Sem água, energia e sujo, FPF interdita o estádio Teixeirão

A Federação Paulista de Futebol (FPF) determinou nesta terça-feira (29) que o estádio Benedito Teixeira está vetado para a realização de jogos. Segundo o documento disponibilizado pela FPF, a decisão foi tomada devido às péssimas condições oferecidas, como falha no abastecimento de água, energia e limpeza, além do estado gramado.

No último sábado (26), o Teixeirão foi palco do empate em zero a zero entre Batatais e Rio Preto pela série A3 do Campeonato Paulista. O Fantasma atuou na cidade por conta também de uma interdição em seu estádio, o Osvaldo Scatena. Nesta sexta-feira (2), o Batatais voltaria a jogar no estádio do América contra o Velo Clube, mas a partida já foi transferida para Sertãozinho.

Dhoje Interior

Na súmula do confronto contra o Rio Preto, um fato inusitado foi mencionado pelo árbitro da partida, Paulo César Francisco. “Não havia placa de substituição. Aos 44 minutos do primeiro tempo, o maqueiro entregou ao quarto árbitro da partida folhas A4 (papel sulfite) com números para serem feitas as substituições e informar o tempo dos acréscimos”, diz o trecho.

De acordo com a Federação Paulista, o estádio só será liberado se o América realizar a recuperação do gramado, limpeza geral do local e manutenção nos sistemas hidráulicos e elétricos. Após nova vistoria e aprovação do Setor de Infraestrutura, o Teixeirão estará apto para a realização dos eventos esportivos.

O presidente do Rubro, Luiz Donizete Prieto, o Italiano, afirmou que a situação será resolvida dentro de uma semana. “O único problema que tivemos foi com a irrigação, que acabou quebrando e demoramos para repor as peças. Não existe nenhum problema com relação ao abastecimento de água ou energia”, comentou.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior