Secretaria de Saúde divulga boletins com balanços de doenças

-Divulgação

A Secretaria de Saúde de Rio Preto divulgou nesta quarta-feira (31) os boletins com os balanços de casos de doenças, como influenza, sarampo, dengue, zika, chikungunya e epizootias, diagnosticados na cidade. Os dados apresentados são referentes ao ano até o dia 31 de outubro. A secretaria divulga todo mês os dados atualizados sobre os casos notificados, investigados, bem como os confirmados.

Influenza
Em Rio Preto, um homem, na faixa etária de 40 a 49 anos, morreu por causa da Síndrome Respiratória Aguda Grave, ocasionada pela Influenza A (H1N1). De acordo com a Secretaria de Saúde, foram diagnosticados novos casos de Síndrome Respiratória Grave na cidade. Os dados mostram que foram registradas 447 notificações, deste total 106 casos tiveram confirmação para Influenza e 339 já foram descartados.

Em Rio Preto, teve uma morte, porém, no município, foram contabilizados 17 óbitos por síndrome Respiratória Aguda Grave. Deste total, 14 mortes são decorrentes da Influenza A (H1N1), duas da Influenza A (H3N2) e uma da Influenza A não subtipado.

Dengue
O Índice de Breteau, que mede o nível de infestação do mosquito Aedes aegypti dentro das residências, alcançou teve um aumento no mês de outubro e atingir a marca de 1,4 em Rio Preto. O índice é maior que o último, apurado em julho, que havia ficado em 1,1.

Apesar de o Índice de Breteau ter aumentado 0,3 de julho para outubro, as notificações de dengue continuam em baixa. Em outubro, sete casos foram confirmados. Outros 35 já foram descartados e 102 estão sendo investigados. No ano, há 542 casos da doença confirmados, 2.165 descartados e 173 que continuam em investigação.

Zika
O número notificação de casos de zika vírus contabilizou 240 este ano, em Rio Preto, sendo que 103 foram confirmadas, entre elas uma em gestante. Outras 123 já foram descartadas e outras 14 estão em processo de investigação, duas delas em gestantes.

Chikungunya
Os casos de chikungunya, que, assim como os da dengue e da zika vírus, são transmitidos pela picada do mosquito Aedes aegypti, contabilizam 76 notificações este ano. Do total, nove foram confirmadas e 67, descartadas. Não há casos suspeitos sendo investigados.

Epizootias
Este ano, 97 macacos foram encontrados mortos em Rio Preto, dos quais em dois foi confirmada a presença de febre amarela. Os exames de outros 66 apontaram resultado negativo para a doença e em 29 a amostra não foi coletada.

Sarampo
O instituto Adolfo Lutz está investigando 18 casos de sarampo em Rio Preto. Já foram confirmado duas mortes por causa da doença. Este ano, houve a notificação de 47 suspeitos com Sarampo em Rio Preto, sendo que foram 27 descartados. Os casos positivos ainda aguardam os exames conclusivos pela FIOCRUZ. Conteúdo especial: Leandro BRITO

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS