Seccional de Araçatuba faz operação para desarticular quadrilha de remédios

REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL - 16/02/18: Investigações apontaram uma quadrilha revendedora ilegal de abortivos e anabolizantes dentro e fora do estado de São Paulo, investigadores cumprem 63 mandados de busca e apreensão em diversas cidades da região.

OPERAÇÃO NARCISO – A Polícia Civil de Araçatuba deflagrou, na manhã desta sexta-feira (16), uma operação para desarticular um esquema de venda ilegal de remédios e anabolizantes em diferentes regiões dentro e fora do estado de São Paulo.

Logo pela manhã investigadores estão pelas ruas de varias cidades no cumprimento de 63 mandados da Justiça, entre eles de busca e apreensão, Araçatuba, Birigui, Bilac, Penápolis, Santo Antônio do Aracanguá, Guararapes, Mirandópolis, Piraju, Santa Cruz do Rio Parto, Presidente Bernardes, São Paulo e Mogi Guaçu.

No litoral Sul paulista, Peruíbe, e também em Foz do Iguaçu no Estado do Paraná, outros mandados expedidos pela Justiça de São Paulo estão sendo executados. Uma pessoa com a identidade preservada foi presa em flagrante e diversos medicamentos apreendidos, cerca de 200 agentes comandados pela Seccional de Araçatuba foram mobilizados.

“Setor de inteligência da Polícia Civil tem feito investigações já há 10 meses verificamos que há um centro de distribuição desses produtos, inclusive de uso em animais e abortivos, certo que é bastante perigoso para saúde do indivíduo como também para saúde pública”. Disse o delegado Getúlio Silvio Nardo.

Apuração apontou que a quadrilha comercializava os produtos no mercado negro por telefones celulares, que também é um dos alvos de buscas feitas pelos investigadores. Todo os materiais encontrados pelos policiais estão sendo contabilizados na Central de Flagrantes de Araçatuba. No final da tarde deverá ser divulgado um balanço final da ação.

DA REPORTAGEM:

Colaboração: Guilherme Ramos, às 11h30.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS