SAÚDE FISIO: Exercício físico moderado aumenta imunidade e dificulta Zica, H1N1 e Covid-19

A literatura científica é repleta de artigos que relatam estudos sobre os benefícios dos exercícios para reforço do sistema imunológico, havendo uma opinião praticamente consensual de que a atividade física moderada é a forma mais adequada para este propósito.
O sistema imunológico é composto por uma rede de células, sistemas e órgãos que trabalham juntos. As células chamadas de leucócitos são basicamente cinco tipos, que viajam pelo nosso corpo pelo sistema linfático e sanguíneo em busca de substâncias e organismos nocivos.
O sistema imunológico funciona da seguinte forma: quando um microorganismo tenta entrar em nosso corpo um tipo de leucócito captura o agente invasor ao mesmo tempo que emite um aviso para o sistema imune relatando sobre a invasão, logo em seguida o sistema imunológico identifica qual o tipo de bactéria e envia anticorpos para destruir aquela bactéria, vírus, fungos.
O sistema imunológico passa a reconhecer cada tipo de bactéria e cria uma resistência contra ele para defesa do organismo. Caso este invasor ataque novamente a resposta imune será muito mais rápida e eficiente.
As vacinas funcionam desta maneira no corpo humano, ela fornece anticorpos para quando o invasor aparecer o corpo estar preparado para combatê-lo.

Os exercícios são eficazes para o organismo de defesa?
As pessoas ativas têm mais dificuldade de ter gripes, resfriados, inflamações.
1)Metabolicamente os exercícios aumentam a circulação sanguínea fazendo com que os leucócitos (agentes que …) circulem mais livremente pelo organismo exercendo mais rapidamente suas funções de ..
2)O aumento da temperatura corporal evita que as bactérias cresçam e se tornem mais fortes.
3) Em um levantamento recente, o cientista demonstrou que idosos ativos obtêm uma resposta melhor à vacina da gripe em comparação com indivíduos sedentários.
“Apenas 50% dos mais velhos imunizados contra a influenza realmente se protegem da infecção, número que subiu para 90% quando uma rotina de exercícios foi implementada”, revela.
Por fim, mexer o esqueleto ainda ajusta a comunicação entre os diversos agentes do sistema imunológico. É como se todos os protocolos de segurança interna do organismo se tornassem ágeis e inteligentes.
O recado é do professor e Mestre Suman. Atua em Rio Preto no clube Monte Líbano como professor de Judô e na área de educação física e desportiva na cidade de Mirassol desde 1994.
O confinamento pode ser um caminho para que se repensar sobre os nossos hábitos diários, como estamos cuidando da manutenção do nosso corpo, nossa mente e nossa alimentação. A literatura científica está repleta de artigos que relatam estudos sobre os benefícios dos exercícios para o reforço imunológico.
“À medida que nosso organismo melhora a sua atividade funcional, temos uma maior reserva imunológica e podemos tolerar mais o desgaste físico, a prática de exercícios físicos moderados como uma caminhada, alongamento, relaxamento, exercícios funcionais e até jogos com bolas, pode ser totalmente saudável se acompanhada de uma alimentação balanceada”.
Estou à disposição para ajudar como educador físico e professor de Judô – Guilherme Suman – 17- 981198870- Instagram @guilherme.suman

Dhoje Interior

Uma segunda opinião com Carlos Marcondes Cesar – Educador Físico – atua como personal training na cidade de São Paulo. Instagram:@camcpersonal2008
Todos e qualquer exercício é importante para o aumento da imunidade, desde que sejam feitos de forma moderada, intensidade moderada, isto é de forma que você não fique ofegante, mas que a atividade seja prazerosa e se sinta bem. O tempo é por volta de 30 minutos.
São contra indicados os exercícios muito intensos, que podem debilitar o sistema imunológico.
Apresento um exemplo de série moderada:
*12 minutos de caminhada
*10 polichinelos
*Subir e descer escadas 10 degraus por duas vezes
*Duas séries de 25 abdominais
*Duas séries de 12 agachamentos
*Duas séries de oito flexões de braço
Alongamento e relaxamento
Qualquer dúvida estou à disposição no Instagram.

Observo que todos os profissionais de saúde e educação física alertam para a prática de atividades física moderada e que o praticante só precisa vencer o sedentarismo e se mexer. Um cabo de vassoura, um peso que segura a porta, uma bola do filho ou do neto ou mesmo feita de meia … Só não se mexe quem não quer. Bora proteger nossa saúde. Eu quero ver você praticando saúde! Coloque no seu Instagram uma hashtag: #saudefisiodhoje #juntossomosmaisfortes treinando que vou lá te orientar. Abraços!
Dra Silvia Batista
Fisioterapeuta e educadora física.
@silviabatistafisiodancer
Email: [email protected]