Saúde de Rio Preto orienta sobre falsos agentes

Agentes usam uniformes e têm crachás de identificação

No último sábado, dia 11, durante trabalho de prevenção e eliminação dos possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti no bairro Lealdade e Amizade, em Rio Preto, funcionários da Secretaria de Saúde da cidade foram informados de que falsos agentes estavam circulando pelo local, sempre no período noturno dizendo que precisam entrar para verificar a pressão arterial dos moradores e fazer orientações da saúde.

O gerente da Vigilância Ambiental, Abner Henrique Alves, explica que é simples a identificação desses profissionais.

“A ocorrência, até o momento, foi registrada apenas nesta área do Lealdade de Amizade. Moradores relataram que as pessoas se apresentavam como agentes e pediam para entrar no imóvel com o intuito de passar algumas informações relacionadas a dengue. O detalhe é que nenhum deles usava uniforme, as camisetas não tinham nomenclatura e logotipo da prefeitura e por isso a população não franqueou a entrada nas casas”, disse.

A Secretaria de Saúde informou ainda que nenhum trabalho é realizado no período da noite e, caso alguma ação especial aconteça, os moradores são informados com antecedência. Mesmo após as denúncias, não foi registrada nenhuma queixa de furto ou roubo por esses ‘falsos agentes’.

“O morador que tiver dúvidas quanto à identificação de determinado profissional, pode entrar em contato com a Secretaria de Saúde, através do telefone 0800-770-5870, que vai confirmar se a pessoa faz parte do quadro de funcionários da prefeitura”, afirmou Abner.

Até o último dia 10 de maio, a cidade havia registrado 23.242 casos de dengue com 12.847 casos confirmados e sete mortes. As ações como mutirões e orientações continuam acontecendo para diminuir os casos da doença.
Por Jaqueline BARROS

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS