Saúde confirma morte de 15 macacos em Rio Preto

A Secretaria da Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, confirmou ontem que do dia primeiro de janeiro deste ano, até o dia 7 de fevereiro, foram notificados 15 macacos mortos. Os exames feitos pelo Instituto Adolfo Lutz descartaram a febre amarela em um dos animais que morreram e, em três, os resultados parciais deram negativos. Dois não tiveram o material coletado, pois o corpo já estava em decomposição, e nove aguardam resultados dos exames. A morte do último macaco foi registrada no último dia 7. A Saúde informa, em nota, que as ações programadas são o bloqueio de criadouros nas estâncias San Luiz I e II, que estão sendo realizadas desde ontem, e orientação de vacinação, seguida de nebulização no próximo dia 13.

Da REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS