Saresp tem data de prova confirmada

Saresp é uma prova aplicada a todos os estudantes da rede estadual de ensino. (Foto Divulgação)

A Secretaria da Educação já definiu a data para a aplicação das provas do Saresp 2018 (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). As datas estão marcadas para os dias 27 e 28 de novembro. As provas são aplicadas em todo o Estado de São Paulo nas escolas das redes estaduais. Este ano, mais de 1 milhão de alunos estão matriculados e vão realizar as provas. Em Rio Preto, alunos do 7º e 9° ano do Fundamental e da 3ª série do ensino Médio de 49 escolas realizarão a prova.

O Saresp é uma prova aplicada a todos os estudantes da rede estadual de ensino. O exame é realizado com o objetivo de avaliar o rendimento em Língua Portuguesa e Matemática de estudante dos 3°, 5°, 7° e 9° anos de Fundamental e da 3ª série do ensino Médio. Em Rio Preto, ela será aplicada apenas aos alunos do 7º e 9° ano do Fundamental e da 3ª série do Médio. A prova é obrigatória para os alunos do 9º ano e da 3ª série do Médio, que chega a aproximadamente 8 mil estudante. O 7º ano é só uma amostragem, então não tem um número exato de participantes.

Maria Sílvia Zangrando Nakaoski, dirigente da Diretoria de Ensino de Rio Preto, comenta a importância da prova na avaliação. “A partir da avaliação, a gente trabalha com os dados para fazer o planejamento de ensino do ano anterior. A prova é um indicativo que vai ajudar em todas as decisões que vão se tomadas no próximo ano, para investir no melhoramento da qualidade de ensino”, comenta.

Além da rede estadual, a prova é aberta também às redes municipais, particulares, Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza” e SESI. As escolas precisam ter, no mínimo, 18 alunos por ano/série. As instituições precisam declara interesse em participar.
A dirigente aproveitou para pedir a colaboração do pais, para que os alunos façam a prova. “É sempre importante salientar e pedir a colaboração dos pais para acompanhar os filhos e não deixar que faltem no dia da prova, pois é uma prova importante. Se o aluno não fizer a prova, não tem como diagnosticar os problemas e fazer melhorias no ensino. Vale dizer também que a prova precisa ser feita com seriedade, para que os resultados sejam reais”, comenta Nakaoski.

Conteúdo especial: Leandro BRITOA Secretaria da Educação já definiu a data para a aplicação das provas do Saresp 2018 (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). As datas estão marcadas para os dias 27 e 28 de novembro. As provas são aplicadas em todo o Estado de São Paulo nas escolas das redes estaduais. Este ano, mais de 1 milhão de alunos estão matriculados e vão realizar as provas. Em Rio Preto, alunos do 7º e 9° ano do Fundamental e da 3ª série do ensino Médio de 49 escolas realizarão a prova.

O Saresp é uma prova aplicada a todos os estudantes da rede estadual de ensino. O exame é realizado com o objetivo de avaliar o rendimento em Língua Portuguesa e Matemática de estudante dos 3°, 5°, 7° e 9° anos de Fundamental e da 3ª série do ensino Médio. Em Rio Preto, ela será aplicada apenas aos alunos do 7º e 9° ano do Fundamental e da 3ª série do Médio. A prova é obrigatória para os alunos do 9º ano e da 3ª série do Médio, que chega a aproximadamente 8 mil estudante. O 7º ano é só uma amostragem, então não tem um número exato de participantes.

Maria Sílvia Zangrando Nakaoski, dirigente da Diretoria de Ensino de Rio Preto, comenta a importância da prova na avaliação. “A partir da avaliação, a gente trabalha com os dados para fazer o planejamento de ensino do ano anterior. A prova é um indicativo que vai ajudar em todas as decisões que vão se tomadas no próximo ano, para investir no melhoramento da qualidade de ensino”, comenta.

Além da rede estadual, a prova é aberta também às redes municipais, particulares, Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza” e SESI. As escolas precisam ter, no mínimo, 18 alunos por ano/série. As instituições precisam declara interesse em participar.
A dirigente aproveitou para pedir a colaboração do pais, para que os alunos façam a prova. “É sempre importante salientar e pedir a colaboração dos pais para acompanhar os filhos e não deixar que faltem no dia da prova, pois é uma prova importante. Se o aluno não fizer a prova, não tem como diagnosticar os problemas e fazer melhorias no ensino. Vale dizer também que a prova precisa ser feita com seriedade, para que os resultados sejam reais”, comenta Nakaoski. Conteúdo especial: Leandro BRITO

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS