Sarau das Pretas homenageia compositoras e intérpretes do samba brasileiro que lutaram contra o machismo e o racismo

Uma noite de Samba de Poesia com o coletivo Sarau das Pretas transforma o Sesc Rio Preto em um palco de celebração poética, no dia 6, sexta-feira, e compõe a programação de literatura do mês de setembro. O encontro traz poesias e canções autorais do grupo, como forma de homenagem às grandes compositoras e intérpretes do samba brasileiro que enfrentaram o machismo e o racismo para exercer sua arte, como Alcione, Dona Ivone Lara, Jovelina, Tia Dita e Leci Brandão.

O Sarau das Pretas é um coletivo artístico-literário protagonizado por jovens mulheres negras atuantes no cenário cultural das periferias da cidade de São Paulo. São elas: Débora Garcia, Elizandra Souza, Jô Freitas, Taissol Ziggy e Thata Alves.

Juntas, propõem reflexões sobre o feminino, a cultura e a ancestralidade, por meio de apresentações que utilizam a palavra falada, cantada, declamada, dos tambores e de seus corpos em constante movimento. A trajetória do grupo também tem a escuta como ponto central de seu trabalho, partilhando fala e ancestralidade.

No encontro no Sesc, também haverá espaço para que todos possam compartilhar suas ideias e sentimentos em um microfone aberto. Além disso, haverá uma feira com venda de itens de arte e cultura negras produzidos de forma independente rolando durante a atividade.

A feira começa a partir das 19h e o sarau a partir das 20h, ambos tem entrada gratuita. A programação completa pode ser conferida em sescsp.org.br/riopreto
#sarau #feira

PROGRAMAÇÃO 

LITERATURA | ENCONTRO 
SAMBA DE POESIA 
Com o coletivo Sarau das Pretas. 

Sarau: dia 6, sexta, 20h às 21h30. 
Feira Preta: dia 6, sexta, 19h às 21h30.
Comedoria – Área Externa. Grátis. 12 anos.

Da REDAÇÃO 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS