São Silvestre é adiada para junho de 2021

Foto: Divulgação.

O Comitê Organizador da Corrida Internacional da São Silvestre informou que o evento, tradicionalmente realizado no dia 31 de dezembro em São Paulo, foi adiado para  junho de 2021. Esta é a primeira vez desde 1925, quando a prova foi criada, que a corrida ficará um ano sem ser realizada.

Com isso, haverá duas edições no ano que vem, com a segunda acontecendo no último dia de 2021. “A decisão pela transferência leva em consideração a instabilidade do cenário atual, onde os decretos de quarentena estão sendo postergados, não havendo ainda uma definição de retorno das corridas de rua deste porte até o mês de dezembro”, diz a nota divulgada pelos organizadores.

Dhoje Interior

Na edição do ano passado, o número de inscritos superou os 35 mil. O queniano Kibiwott Kandie foi o campeão da São Silvestre de 2019. Ele ultrapassou, nos últimos segundos, o ugandense Jacob Kiplimo, que vinha dominando a prova.

Criada em 1925 pelo jornalista Cáspar Líbero, a São Silvestre é realizada anualmente todo dia 31 de dezembro. Ao todo, competidores de 24 países diferentes já se sagraram campeões da prova (incluindo a categoria masculina e feminina). O Brasil tem maior número de vencedores no masculino (29), seguido por Quênia (15), Bélgica (6) e Colômbia (6). No feminino, as brasileiras aparecem na terceira posição com 5 vitórias. Quênia (13) e Portugal (7) lideram a lista. Nenhum brasileiro venceu a prova desde 2010, quando Marílson Gomes dos Santos conquistou o seu 3º título.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior