Rumo apresenta traçado do contorno ferroviário de Rio Preto

Representante da Rumo apresentou traçado para prefeitos de Rio Preto, Mirassol e Cedral_SMCS

Está tomando forma como será o tão esperando contorno ferroviário de Rio Preto, que será executado pela empresa Rumo Logística. O traçado final da obra, que terá a extensão de 52 km, foi apresentado nesta quinta-feira (6).

Serão três anos de obras, com a previsão de início para o 1º semestre de 2023 e termino no 1º trimestre de 2026. Na extensão da obra terá uma faixa de domínio de 40 metros para cada lado da via, com 25 obras de arte, sendo 20 viadutos ferroviários e cinco pontes.

Dhoje Interior

Investimento – a previsão é que o investimento fique em torno de R$ 500 milhões para a obra do contorno ferroviário.

Empregos – a previsão da Rumo é que a obra gere cerca de 500 empregos diretos e indiretos – que devem acontecem com o início das obras em 2023 e podendo chegar a mais de 1000 empregos em alguns momento da construção do contorno.

Licenças – Em setembro de 2019, a Rumo protocolou junto à Cetesb o pedido de licença ambiental para início das obras do contorno ferroviário. A estimativa da empresa é que a licença seja obtida até setembro de 2022. 

Segundo informações da Rumo, o novo traçado ficará distante no mínimo 10 quilômetros do território urbano, ou seja, bem longe das rodovias e das avenidas da cidade. Com isso poderemos transitar com nossas composições a uma velocidade máxima de até 80km/h, quase o triplo do permitido atualmente no trecho urbano. Esse crescimento irá possibilitar maior escoamento da produção, aumentando das atuais 35 milhões de toneladas para 75 milhões de toneladas por ano. 

Segundo o prefeito Edinho Araújo (MDB) a retirada dos trilhos do perímetro urbano é um desejo antigo de todos. “Apoio o projeto e não tenho dúvidas de que ele trará investimentos e geração de empregos para toda a nossa região. Estamos diante do progresso, da mudança que irá transformar a nossa realidade”, salientou o prefeito.

A apresentação foi feita pelos representes da Rumo, Rodrigo Verardino De Stéfani, Relações Governamentais e Ray William Morais Ferraz, especialista em Engenharia. Além do prefeito de Rio Preto, participou da reunião os prefeitos de Mirassol, Luiz Antonio Tobardini (PTB) e o de Cedral, Paulo Ricardo Beolchi de Lucas – Janjão- (Cidadania), além de secretários municipais de Rio Preto, o deputado estadual Itamar Borges (MDB) e o presidente da Câmara de Rio Preto, Paulo Pauléra (Progressistas).

Malha Ferroviária – Atualmente em Rio Preto, a malha férrea tem extensão aproximada de 15 quilômetros, em diversos pontos a ferrovia e as avenidas se cruzam atrapalhando o trânsito no local. Com o contorno ferroviário será possível desviar os trens do centro da cidade.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior