Rio Preto:”Matemática no Cotidiano” acontece na EM Roberto Jorge

Alunos do 6º ao 9º ano da escola Municipal Profº “Roberto Jorge”, no bairro Gonzaga de Campos, já iniciaram nova etapa do Programa “Matemática no Cotidiano”, em parceria com a UNESP/IBILCE e apoio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID.

“A parceria da escola com a UNESP promove a integração e envolvimento da comunidade escolar na discussão e disseminação dos conteúdos desenvolvidos na matemática, de maneira concreta, fazendo a transposição deste conteúdo abstrato para a prática no dia-a-dia”, explica a diretora da unidade, Deise Maciel de Queiroz.

O programa tem a participação 160 alunos do ensino fundamental e a supervisão da vice-chefe do departamento de Matemática, da Profª Drª Lucy Any Roberto, da coordenadora do PIBID, Profª Drª Rita de Cássia Pavan Lamas, e dos professore  de matemática da “Roberto Jorge”, Fabiana Coalheta e Vanderlei Minori Horita.

Para o encerramento da primeira etapa do semestre, a Escola realizou no dia 11 de agosto o “Festival Regional da Matemática”, em parceria com a UNESP/IBILCE com a participação de pais e comunidade. O objetivo, de acordo com a Deise, foi detectar e estimular iniciativas em prol da divulgação e popularização da Matemática, por meio de atividades lúdicas e divertidas voltadas a toda família.

No evento, os alunos fizeram stands com diversos trabalhos: 6º ano – Um dia no Supermercado, com enfoque na leitura de nota fiscal, preço unitário de  varejo, comparação de preços e marcas, entre outros; 5º ano – Jogos de raciocínio lógico; 7º ano – Área/Perímetro/Escala – Leitura de planta baixa, entender como colocar piso em um cômodo e construção de maquetes “A Casa dos Sonhos”; 8º Ano – Área/Perímetro/Escala – Leitura de planta baixa, entender como colocar piso em um cômodo e construção de maquetes “Planta baixa da Escola”; 9º Ano – Área/Piso – Mosaico para a pavimentação de uma área, lucro/prejuízo (compensa comprar à vista ou a prazo?).

O professor Jefferson Luiz Rocha Bastos apresentou o projeto “Matemágica” com truques matemático. De acordo com a aluna Ketley Rossi Corrêa, 15 anos, do 9º ano A, a experiência foi interessante. “Proporcionou um conhecimento a mais, tanto para os alunos quanto para os pais. Teve numa participação legal de todos. Aprendemos uns com os outros”, disse ela.

Para Jhonatan Araujo Borges, 14 anos, 8º ano A, “foi um trabalho interessante para a comunidade, apresentamos nossa escola, nosso trabalho, nosso conhecimento. Aprendemos a trabalhar de formas diferentes e deu tudo certo. Espero que tenha mais eventos como este”, contou o aluno.

 

Da Redação

Fonte: Prefeitura Municipal de Rio Preto

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS