Rio Preto tem 439 leitos para atendimento exclusivo aos casos de Covid-19

Segundo O Secretário de Saúde, Aldenis Borin, a criação desses novos leitos de UTI é uma retaguarda/ Foto: SMCS

Entre os leitos de enfermaria e de Unidade Terapia Intensiva (UTI), Rio Preto conta com 262 para vagas para atendimento exclusivo aos casos de Covid-19 aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Já a rede particular tem 177 leitos disponíveis, sendo 64 em UTI e 113 em enfermaria. Ao todo, são 439 vagas para moradores da cidade, somando a rede pública e particular, que necessitem de atendimento exclusivo para os casos de Covid-19, com previsão de mais 20 leitos em enfermaria para começar a funcionar nesta semana.

“Eu diria para vocês que muitos Estados não têm isso para o tratamento de Covid-19”, afirmou o secretário de Saúde Aldenis Borim.

Dhoje Interior

Aldenis anunciou, durante a live de atualização dos dados do novo coronavírus na cidade, que nesta semana foram criados oito novos leitos em UTI na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santo Antônio, totalizando, agora, 108 leitos para pacientes graves usuários da rede pública. E tem previsão de colocar em funcionamento, até o final da semana, mais 20 leitos em enfermaria, que funcionará na Unidade de Internação Anchieta. Com essas novas vagas, a cidade que hoje tem 154 vagas em enfermaria, passará a contar com 174.

“A criação desses novos leitos de UTI é uma retaguarda, ou seja, até que eu consiga ter vagas nos outros hospitais da cidade, esse paciente estará na UPA Santo Antônio. Não é um puxadinho, são leitos de UTI de fato, que contam com intensivistas, enfermagem qualificada e todos os equipamentos necessários para o atendimento em uma UTI”, afirmou Aldenis.

O tratamento dos casos mais graves e que necessitam internação prolongada estão, de acordo com Aldenis, concentrados nos leitos de UTI da Santa Casa (36 vagas), Hospital de Base (24), hospital em Jaci (10), UPA Jaguaré (30). “Porém, o Santo Antônio também poderá, num futuro, se necessário, aumentar o número de leitos”, garantiu.

Já as vagas em enfermaria pelo SUS, atualmente, estão divididas em 46 na Santa Casa, 46 no Hospital de Base, 22 em Jaci, 15 UPA Jaguaré, 10 UPA Tangará e 15 Unidade Respiratórias (retaguarda). O secretário explica como funciona o atendimento para as vagas denominadas de retaguarda. “O paciente chegou lá para uma consulta de síndrome gripal, mas se ele se apresenta dispneico ou sinais de gravidade. Então, ele ficará nesses leitos, aonde tem toda a assistência até que ele possa ser removido para a Santa Casa, HB, Jaci ou para a UPA Jaguaré”.

A previsão é que até o final desta semana estará em funcionamento as 20 vagas na Unidade de Internação do Anchieta. “É uma unidade nova e esperamos que até o final da semana estejamos já em funcionamento”, finaliza Aldenis.

Tatiana PIRES – Redação Jornal DHoje Interior