RIO PRETO: Secretária de Habitação diz que reintegração do Brejo Alegre acontece de forma voluntária

Fabiana Zanqueta fala a respeito das famílias da favela do Brejo Alegre. Foto Ygor ANDRADE

Durante a entrega dos 36 novos ônibus da frota do Consórcio Riopretrans, que agora contam com ar-condicionado e Wi-Fi, o prefeito Edinho Araújo (MDB) falou a respeito de outros projetos que estão em andamento na cidade, como o projeto de realocação das famílias que vivem na favela do Brejo Alegre.
“Quando entramos no mandato de 2001 nós acabamos com as favelas da cidade. Tenho capas de jornais para mostrar isso. Agora, estamos trabalhando para eliminar novamente essas favelas que aí estão”, disse o prefeito Edinho.
Segundo a prefeitura, no local viviam aproximadamente 66 famílias.
Recentemente a Justiça de São José do Rio Preto autorizou a Administração a realizar uma transferência para uma conta judicial no valor de R$ 188 mil que deverão ser repassados às famílias do Brejo Alegre.
A secretária de Habitação, Fabiana Zanqueta, disse que o processo de realocação social está em andamento.

“A reintegração está acontecendo de forma voluntária, sem nenhum conflito. As famílias não foram contempladas com programas habitacionais, porém o aporte é uma forma delas recomeçarem a vida”, salientou Zanqueta.

A responsável pela Pasta da Habitação ainda comentou que a situação econômica do país desencadeou este problema urbano e que, diferente das soluções encontradas na reintegração das favelas na cidade no início da década de 2000, “hoje estas comunidades não são priorizadas em programas habitacionais, mas reempossadas de novas maneiras”.

Por Ygor Andrade

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS