Rio Preto: Quatro peças vão se apresentar hoje em festival

Era uma vez contos lendas e cantigas - foto de Rodrigo Kão -

O Festival “Em Janeiro Teatro Para Criança é o Maior Barato” segue com a programação a todo vapor neste sábado com duas apresentações no Teatro Municipal de Rio Preto e mais duas apresentações gratuitas em espaços públicos, no centro rio-pretense e outra na ferroviária do distrito de Engenheiro Schmitt.
A primeira apresentação do dia será ao meio-dia e meia na esquina das ruas General Glicério com Jorge Tibiriçá, região central de Rio Preto. O grupo brasiliense Mamulengo sem Fronteiras apresenta o espetáculo ‘As aventuras de Baltazar no Reino dos Mamulengos’. A peça aborda as Brincadeiras de Teatro de Bonecos, popular do nordeste, e propõe um espetáculo vibrante que se utiliza de diversas linguagens das brincadeiras dos Mamulengos: Babau, Cassimiro Coco e outros nomes. A peça tem duração de 50 minutos.
Continuando com as apresentações gratuitas, às 17h os moradores de Engenheiro Schmitt poderão conferir na Estação Ferroviária da cidade a peça ‘Era uma vez: contos, lendas e cantigas’, do grupo teatral de Porto Alegre, Rococó Produções. O espetáculo tem duração de 45 minutos e faixa etária livre.
Já o Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto, em Rio Preto terá duas apresentações, às 15h e às 20h. Nesse caso os ingressos custam R$ 10 inteira e R$ 5 meia. Todos que adquirirem os ingressos até uma hora antes do início de cada apresentação pagarão por meia entrada.
Às 15h a Cia Teatral Tertúlia, de Ribeirão Preto, apresentará o espetáculo ‘Gulliver – Um gigante diferente’, que conta a história de um gato com o nome do gigante Gulliver, que não gosta de comer peixes, pássaros e ratos. Todos querem que ele mude e não aceitam seu jeito de ser. Ele fica triste e sozinho tentando entender o que há de errado em ser diferente. Mas o que Gulliver não sabe é que a solução para tudo isso pode estar mais perto do que ele imagina!
Já às 20h a apresentação fica por conta do grupo rio-pretense Mídia Produções, que apresenta o espetáculo ‘Pinóquio’, que conta a história do boneco de madeira que andava, falava e brincava. Seu criador Geppeto, como um pai, o amava e lhe desejava o melhor. Ao ganhar de Geppeto uma cartilha para ir para a escola, Pinóquio decide vender o presente para poder assistir a um espetáculo de fantoche, fato que desencadeia uma série de aventuras e desventuras.

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS