Rio Preto: Polícia Civil concluí inquérito da morte de advogado

A Equipe de Investigação DIG/DISE desvendou quem foi o autor que matou o advogado José Arthur Vanzella Sebba, de 32 anos, vítima de uma emboscada articulada pelo próprio sócio C.Y.B., 27 anos, na Zona Norte de Rio Preto.

De acordo com a Polícia Civil, o sócio contratou um matador de aluguel, K.E.O, de 39 anos, conhecimento como Boiadeiro. O sócio levou a vítima até o local do crime com a justificativa de estar interessado na compra de um terreno, na chegada dos sócios, Boiadeiro estava no local combinado, no momento o matador de aluguel surpreendeu a vítima ainda dentro do carro e efetuou vários disparos em direção ao pescoço e cabeça do advogado, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com o delegado Wander Luciano Solgon, C.Y.B. simulou ter fugido do local a pé, como se tudo tivesse sido inesperado, inclusive prestou declarações à Polícia Civil no dia dos fatos, justificando ser inocente.

Durante as investigações foram encontradas provas de que era falsa a versão do sócio,  a Polícia Civil identificou um saque em dinheiro no valor de R$50 mil da conta corrente que  o sócio C.Y.B. usava e uma ligação telefônica entre Boiadeiro, um dia antes do homicídio.

A investigação também conseguiu identificar a existência de pelo menos três apólices de seguros de vida em nome da vítima, tendo como único beneficiário o mandante do crime C.Y.B.

Os dois homens estão presos e aguardando o julgamento.

Por Mariane Dias 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS