Rio Preto: Peça sobre a história do homem é atração no Centro Cultural (Vasco)

A Companhia Apocalíptica apresenta um dos seus espetáculos hoje, no Centro Cultural (Vasco). Homem do Princípio ao Fim é uma comédia dramática que conta a história da humanidade, desde Adão e Eva até a criação da Bomba H, de uma maneira cômica, inteligente e sagaz.
Esta dramaturgia de Millôr Fernandes é construída a partir de uma colagem de textos e seus quadros são formados em cima de temas pré-estabelecidos que nos dão uma dimensão do que realmente é o Homem.
Mas afinal o que é o Homem? Os livros de história natural ensinam que é um animal. Os cineastas declaram que é um artista. Os jornais demonstram que é um jornalista. Os médicos diagnosticam: é um doente. Os totalitários proclamam que é um autômato. Para o outro homem ele é quase sempre um Inimigo.
O espetáculo Homem do Princípio ao Fim tem um forte apelo filosófico, principalmente na corrente existencialista, seu principal questionamento é o rumo que a humanidade está dando para o seu “fim”, além de trazer reflexões sobre o estilo de vida da sociedade contemporânea.
Por tratar do início ao fim da humanidade a peça se calça muito na história, importantes referências são dadas durante toda a encenação como exemplos podemos citar: o reinado de Ricardo “Coração de Leão”, as bombas de Hiroshima e Nagasaki, atentados de 11 de Setembro de 2001, carta suicídio de Getúlio Vargas e diversas noticias de jornal dando um parâmetro da história recente.
A classificação indicativa da peça é de 12 anos, o valor não é gratuito, mas a companhia pede o máximo que você pode gastar. Duração de 65 minutos. (Colaborou: João Pinheiro)

Da Reportagem

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS