Rio Preto: Os secretários e o povo

Os 100 primeiros dias de um governo é uma marca simbólica.  Por tão breve período, pode-se apenas avaliar a tendência de uma administração e o grau de comprometimento do governo com suas propostas de campanha.

Partindo-se da premissa que o objetivo final de qualquer governo é levar e propiciar melhores condições de vida aos seus munícipes é válido fazer um registro, daqueles secretários municipais, que se destacaram em suas pastas, entre outras coisas, por conseguirem se aproximar da população, estreitando assim, o relacionamento do governo com o povo. Abaixo destacamos aguns:

FAZENDA

SECRETARIO DA FAZENDA - FOTO ANGELO BLI - DIVULGAÇÃO CÂMARA MUNICIPALHistoricamente, a Secretaria da Fazenda, sempre foi uma das mais inacessíveis da Prefeitura. Nos últimos oito anos da administração Valdomiro, a secretária Mary Brito, destinava a função de atender o munícipe quase que exclusivamente ao servidor Celso Nunes, eram poucos, os que tinham acesso a ela.

O atual secretário Ângelo Bevilaqua, é exatamente o oposto. Bevilaqua trata tudo e todos com simplicidade e transparência, e não tem o terrível hábito de grande parte dos homens públicos, de postergar. O secretário atende e resolve, encaminha, ou diz que não tem jeito.
Sua maneira franca e sincera, tem sido de grande valia para enfrentar os problemas de sua pasta. Entrevistado pela reportagem, Bevilacqua destacou a atenção dada à população já nesses primeiros 100 dias de governo. “Todos que me procuraram foram atendidos. Eu não tenho agenda e meu gabinete está aberto para que todos que queiram vir até a Secretaria sejam atendidos. Não deixei ninguém sem respostas” afirmou o secretário.

Com um tom de autoavaliação, Bevilacqua ainda acrescentou que gostaria de ter feito mais. “Gostaria de ter feito muito mais. Mas com certeza tem muita coisa a ser feita. Estamos estudando a composição da dívida ativa, vamos reunir na semana que vem para garantir mais arrecadação ao Município”, afirmou o secretário. “Quero ir também a todas as empresas que estão em dívida com a Prefeitura para saber por que elas não cumpriram, vou conversar para tentar negociar, diminuir os processos e reverter essa realidade”, finalizou.

 

PLANEJAMENTO

SECRETARIO DE PLANEJAMENTO - ISRAEL CESTARI - DIVULGAÇÃOO atual secretário Israel Cestari, faz valer sua longa experiência como servidor público, para pensar na cidade. Cestari conhece a cidade como poucos, e possui formação e conhecimento suficientes para desempenhar a função. Além disso, possui uma folha de serviços prestados ao município, irretocável, e é reconhecidamente um exemplo de moralidade na vida publica. Ao longo desses três meses foi o responsável por planejar o dinheiro público de Rio Preto, missão que Cestari destaca como maior benefício para o povo rio-pretense.

“A partir do momento que você planeja o orçamento para equilibrar as finanças para ter um bom uso do dinheiro público, o povo está sendo beneficiado. Foi isso que realizamos”, afirmou o secretário. “Daqui para frente, pensando no futuro destaco o Parque Tecnológico. Demos um “ponta pé” inicial no projeto que estava parado. A era é de conhecimento, de tecnologias e vamos ter esse desenvolvimento aqui em Rio Preto”, completou.

 

SAÚDE

SECRETARIO DA SAUDE - FOTO ELEUSES - DIVULGAÇÃO SMCS 2O vice-prefeito e atual secretário da Saúde, literalmente foi ao encontro do povo. Neste período, algumas vezes acompanhado do próprio Prefeito, Eleuses Paiva amanheceu em frente aos postos de saúde, e pode ouvir diretamente dos usuários, as suas queixas. O mutirão da saúde, criado por ele, é fruto desta experiência. Tarefa que o secretário analisa como uma das mais importantes da pasta.

“Nós pegamos uma demanda reprimida muito grande. Para você ter uma ideia só em consulta e exames, herdamos uma fila no em torno de 50 mil pacientes. Então o desafio nosso é resolver esse problema em um tempo mais rápido possível. Fizemos um mutirão, no último sábado, e a proposta nossa é de que num prazo de 90 dias nós possamos colocar essa demanda em dia. A ideia é em abril, maio e junho estar com um novo cenário na área da saúde.”

 

OBRAS

issaO secretário Sergio Issas, é funcionário de carreira da Prefeitura, e goza de grande prestígio entre seus colegas. Issas manteve o mesmo comportamento de antes, a frente da pasta, e atende a todos com polidez e educação. Reconhecido por sua competência e lisura no trato da coisa pública, o secretário, nos primeiros 100 dias de governo foi o responsável por dar continuidade em grandes projetos e obras de Rio Preto, como as obras antienchente e mobilidade urbana.

“Desses 100 primeiros dias eu destaco a fiscalização das obras públicas como principal ação”, afirmou Issas. “Até aqui fizemos um trabalho de atender a população. É essa a missão da secretaria, trabalhar como uma gestora e procurar oferecer o melhor atendimento à população de Rio Preto”, completou. “Dentro do que encontramos, acredito que nós atendemos e o que não foi atendido estamos procurando atender”, finalizou.

 

TALHADOS

PEDRO NIEMER 2Sem experiência com a administração pública, o subprefeito Pedro Nimer, não se intimidou e se destacou pela coragem em enfrentar problemas do distrito que se arrastavam há anos. Pedro Nimer, não poupou esforços para mudar o visual abandonado de Talhados. Entre suas iniciativas, está a manutenção das estradas, ruas e avenidas do Distrito, como conta Nimer.
“Temos atendido a todos, principalmente as estradas rurais por onde passa os ônibus, as estradas que ligam Talhado a Onda Verde, a Guapiaçu, onde a perua passa. Os ônibus também têm atendido; as ruas emergenciais, nos condomínios, foi feito um trabalho de conservação e recuperação. Fizemos operação tapa-buraco, recuperamos as máquinas quebradas, estamos fazendo do limão a limonada, atendo a todos com satisfação”,
Nimer falou também sobre os próximos passos da administração. “O que tem mais necessidade agora é fazer a ligação de esgoto do Distrito. O emissário está pronto, mas tem que fazer a usina de bombeamento, que lá ainda é foça, existe este projeto, está em andamento e a gente quer ver se dentro do governo Edinho concluímos”, afirmou Nimer. “Outra proposta é o velório. Lá é muito carente, necessitamos de um velório. Segurança no Distrito também é fundamental, já conquistamos a Guarda Municipal, agora só estamos esperando arrumar uma viatura para colocar a GM 24 horas”, finalizou.

 

GOVERNO

SECRETARIO DE GOVERNO - JAIR MORETTI - DIVULGAÇÃOO Secretário Jair Moretti retorna ao posto que ocupou nos dois primeiros mandatos de Edinho Araújo, além disso, acumula a função de Superintendente da Riopretoprev. De hábitos discretos e simples, o secretário é notoriamente, um dos maiores articuladores políticos da cidade. Cabe a ele, a difícil missão de ser o interlocutor entre o governo, e uma Câmara Municipal dividida. Entre seus feitos, destaca-se o trabalho de articulação com a Câmara.
“Até agora estive trabalhando especialmente na Câmara Municipal porque você tem que se alinhar ao Poder Legislativo, então tivemos fevereiro e março alinhando com a Câmara, hoje estamos bem, estamos alinhados.”, afirmou Moretti.

O secretário também destacou o trabalho da pasta em ouvir a comunidade para identificar os problemas da cidade. “Chamamos as pessoas para apresentar as reivindicações dos seus bairros, mais de 40 associações já trouxeram suas demandas”, contou Moretti. “Todas as reivindicações têm passado pela minha secretaria e eu reencaminho para outras secretarias e dentro das possibilidades, os secretários tem me atendido bastante. Dentro da economia que precisamos fazer eu estou contente”, finalizou o secretário.

 

Edinho presta contas nos 100 dias de governo

O prefeito Edinho Araújo (PMDB) realizou, ontem, a prestação de contas dos 100 primeiros dias do governo. No auditório do novo andar da Prefeitura, Edinho se lembrou da crise ao justificar o andamento de serviços na cidade como o tapa-buraco e o recapeamento que ainda não começou e destacou ações como o mutirão da Saúde e o aumento da produção de 10 milhões de litros de água, por dia, pelo Semae como positivas.

Edinho afirmou que espera a proposta do Ielar para dar continuidade na negociação com a entidade; prometeu liberar o trânsito interditado pelas obras da Bady Bassit “em breve” e falou sobre a prorrogação da entrega de algumas obras, como o novo terminal previsto agora para ser concluído em 2018. “Eu gostaria que todos os contratos fossem cumpridos, mas sabemos das dificuldades sobre os ajustes dos projetos, é isso que está acontecendo, o ideal é a obra sair com qualidade”, disse Edinho.

 

Por Francela Pinheiro

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS