Rio Preto não ampliará faixa etária da vacina contra HPV

A medida provisória do Ministério da Saúde em liberar os lotes da vacina contra HPV com vencimento até setembro de 2017 para adolescentes de 15 a 26 anos teve por objetivo evitar o desperdício da vacina em Estados que estão com grande número dos lotes e nos quais os adolescentes, principal público-alvo juntamente com pessoas vivendo com HIV até 26 anos e transplantados ou em tratamento oncológico, não procuraram os serviços para receber o imunobiológico.

O Estado de São Paulo informou que não recebeu mais vacinas com os lotes supracitados e, desta forma, irá continuar com a vacinação somente nos grupos que fazem parte da rotina, ou seja, meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Em São José do Rio Preto há aproximadamente 90 mil pessoas entre 15 e 26 anos e há 600 doses do lote liberado, o que não seria suficiente nem para 1% da população nesta faixa etária. Diante do exposto, utilizaremos as vacinas em ações já programadas em escolas para não haver perda da mesma seguindo a recomendação do Estado.

Da REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS