Rio Preto: Mulher é atropelada por ambulância

O acidente aconteceu na manhã do último sábado, mas a vítima só registrou a ocorrência na manhã da última terça-feira. A mulher alega que o autor do acidente não prestou sorocco, já a Prefeitura de Nova Granada, de onde era a ambulância afirma o contrário.

Uma mulher de 52 anos foi atropelada em frente ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME), na manhã do último sábado, em Rio Preto.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima havia saído do ambulatório e estava na calçada próxima a rampa que dá acesso as ambulâncias, quando foi atropelada por uma viatura que chegava no local. Com o impacto, a mulher caiu e foi socorrida por pessoas que passavam próximas da unidade. “Eu estava na calçada e ia atravessar a rua quando a ambulância me jogou pelas costas e caí. O motorista demorou para sair da ambulância, pegou o passageiro que estava dentro do hospital e foi embora”, conta a vítima.

A ambulância tinha placas de Nova Granada. Pessoas que passavam pelo local levaram a mulher para dentro do ambulatório médico. Os resultados dos exames não apontaram ferimentos graves na mulher.

A Prefeitura de Nova Granada vai apurar o caso e disse que o funcionário prestou socorro à vítima. “O funcionário alega que não aconteceu nada de grave e que ajudou a mulher a se levantar do chão. Vamos apurar o que de fato aconteceu”, conta o chefe de gabinete da Prefeitura Antônio Alberto Cristófolo.

 

Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS