Rio Preto: Motoristas pedem esclarecimentos e fiscalização sobre o sindicato da categoria

Ação - Trabalhadores protocolaram documento ontem

Por meio do movimento fiscaliza Brasil, motoristas rio-pretenses protocolaram, ontem, no Ministério Público do Trabalho, uma ação exigindo esclarecimentos e fiscalização sobre o sindicato dos condutores de veículos rodoviários.

Entre as reivindicações, os motoristas alegam a falta de prestação de dinheiro líquido dos gastos do sindicato; a má conservação que se encontra os patrimônios da entidade e que não estão sendo representado de forma justa pela categoria.

“Recebemos uma denúncia dos trabalhadores da categoria dos motoristas rodoviários de Rio Preto e eles estão alegando que não estão sendo representados pelo sindicato. Sendo que o trabalhador da categoria não possui nenhum um tipo de informação”, disse Carlos Thiago Saran, líder do movimento nacional do fiscaliza Brasil, que foi procurado pelos trabalhadores.

“Queremos o esclarecimento do Ministério Público do Trabalho de tudo isso que está acontecendo e, o principal, que o Ministério Público tome uma atitude em relação a nos informar quando vai ter uma eleição, para que os trabalhadores possam se organizar e eleger seus legítimos representantes”, finalizou.

A reportagem entrou em contato com o sindicato dos condutores de veículos rodoviários, mas o mesmo não enviou ou retornou qualquer resposta referente às reclamações dos motoristas.

 

Por Marcelo SCHAFFAUSER

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS