Rio Preto: Homem se masturba dentro de ônibus e foge após motorista ser comunicado

Duas jovens de 18 anos foram vítimas de um ato obsceno, dentro do transporte coletivo, na manhã deste domingo (22), em Rio Preto.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas são irmãs gêmeas e entraram no ônibus dentro do terminal, durante o trajeto ao bairro Cristo Rei, um homem trajando camiseta regata e bermuda listrada sentou-se ao lado das jovens que estavam no último banco. O criminoso abriu o zíper e começou a se masturbar, em seguida as vítimas foram até o motorista que parou o ônibus em frente ao cemitério da Vila Ercília, o suspeito desceu do veículo e fugiu.

” A nós estávamos no terminal e passou esse cara na nossa direção e ele ficou encarando a gente, quando chegou o ônibus entramos e fomos sentar no fundo, porque todos os bancos da frente estavam tinham pessoas. Ele entrou no ônibus e sentou ao lado da minha irmã e começou  a se masturbar até então não tinha percebido, a minha irmã me cutucou e quando eu olhei ele estava com a mão nas partes íntimas”, explica uma das vítimas N.S.C.

As vítimas perceberam que o homem estava perseguindo-as dentro do terminal. O caso foi encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). De acordo com a Delegada Margarete Franco, como o caso ainda é de autoria desconhecida o crime será investigado pela Delegacia da Mulher (DDM)  e pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). ” As imagens do circuito de monitoramento do ônibus serão analisadas e as vítimas serão ouvidas para que localizamos o autor”, conta.

A pena para o ato obsceno varia de 3 meses a um ano de reclusão, o crime é afiançável. A delegada orienta que é preciso observar atitudes suspeitas ao redor e pedir ajuda em situações semelhantes. “Qualquer ato suspeito não demonstrar alertar o suspeito e se dirigir imediatamente ao motorista que tomará alguma providência. O que não pode nestes casos se não houver pessoas que auxiliem até a chegada da polícia demonstrar que vão tomar uma providências para que a pessoa permaneça calma. Talvez se ela tivesse se distanciado e acionado a polícia talvez o cara teria sido detido”, finaliza.

Um caso semelhante aconteceu com uma passageira no dia 28 de agosto em São Paulo, onde um homem, de 27 anos, se masturbou e ejaculou em uma passageira que estava dentro de um ônibus que seguia pela avenida Paulista, neste caso, o crime foi registrado como estupro, já o que aconteceu em Rio Preto o criminoso não chegou a ejacular nas passageiras, o crime foi registrado como ato obsceno.

Por Mariane Dias 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS