Rio Preto: Homem é morto esfaqueado com faca enferrujada no Jardim Marajó

Foto: Guilherme Ramos

O crime foi motivado após briga no bairro por contas de conversas, pela vítima, sobre a mulher do acusado que foi presos logo depois ao homicídio.


Um homem de 31 anos foi morto durante a noite desta quinta-feira (10) na zona Norte da cidade de Rio Preto, Jardim Marajó, moradores do bairro chamaram a Polícia Militar de que o homem estava caído esfaqueado a rua João Antônio Pessina. O suspeito foi preso e também a arma branca apreendida.

Registros de um boletim da ocorrência registrada na 1º Central de Flagrantes da Vila Santa Cruz, informam que antes da chegada da viatura a vítima José Divino Batista de Souza já estava sendo atendido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU).

Depois aos primeiros socorros no local, era 23h45, Batista foi trazido até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA/Norte), mas por causa da gravidade dos golpes por uma faca enferrujada, aproximadamente 15 cm, com a lâmina desgastada e sem marca atingindo as costas e o pescoço de Souza, que não resistiu.

O rapaz que trabalha como ajudante geral foi preso e tem 31 anos justificou o assassinato com uma discussão e confronto físico com José que teria ‘falado da mulher’ do agressor. Durante buscas a PM chegou até ele através de uma foto nas redes sociais,  também é conhecido nas redondezas, onde aconteceu o homicídio por ‘Baianinho’, que tentou fugir com a chegada da viatura foi encontrado numa outra rua ainda no Jardim Marajó.

REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL 10/05/2018: O indiciado que agora responde por um homicídio, preso, disse que matou após uma discussão com a vítima em bar na zona Norte.

Em seguida a tradicional abordagem aos policiais que acharam a faca na cintura do indiciado e confessou autoria da violência. O delegado Hélio Fernandes do Reis após o registro do crime deu voz prisão ao suspeito a disposição do Judiciário.

 

DA REPORTAGEM:

Colaboração: Guilherme Ramos, às 10h20.

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS