Rio Preto: EX-agente penitenciário é preso com mais três por tráfico no Santo Antônio  

Quatro pessoas, incluindo uma mulher e ex-funcionário da Secretaria de Administração Penitenciária, foram presas em flagrante nesta quarta-feira (13) pela CAEP – Companhia Ações Especiais da PM, todos são suspeitos de tráfico de drogas no bairro Santo Antônio, região Norte de Rio Preto.

Militares contaram no boletim de ocorrência registrado na Central de Flagrantes, que eram 20h00, começo da noite, quando abordaram dois homens atrás de um carro (Gol preto), com placa de Araçatuba parado na rua Doutor Renato Lerro, de frente a residência do casal, M. A. T, de 31 anos, garçom e G. T. G. O, de 26 anos, supervisora. Todos faziam de conta que conversavam.

Quando viram o carro da viatura os dois entraram dentro de casa, deixando os colegas que foram abordados pelos policiais, eles estavam de pé perto do guarda malas do carro que já estava com a tampa erguida.

Na primeira revista pessoal os PM’s não acharam nada. Ainda desconfiados entraram na moradia dos indivíduos, também não localizaram nada, chamaram então a equipe do Canil que farejaram a droga escondida na tampa do porta malas do veículo, 6 tijolos de maconha embrulhados em papel filme, distribuídos em 5 kg.

O casal dono da residência assumiram o entorpecente, disse que a dupla iria deixar a mercadoria em forma de consignação, que já se conheciam, ideia era revender no bairro. Todos foram encaminhados até o plantão policial. Ex-agente penitenciário aposentado negou participação no crime afirmando que mexe com drogas,  com ele foi apreendido a carteira funcional, R$ 185 e dois celulares.

Com o restante da turma foi apreendido mais dois telefones, um tablet e o carro usado para descarregar a droga, recolhido ao pátio de Tanabi.

Policiais de Araçatuba também foram acionados, em vistoria na casa dos sujeitos a Polícia encontrou mais porções de maconha (não divulgado a quantidade) e uma arma de fogo. O Quarteto vai responder pelos crimes de tráfico e associação a drogas.

DA REPORTAGEM:

Colaborou: Guilherme Ramos.

SEM COMENTÁRIOS