Rio Preto: Escola pede ajuda à Justiça para conter menores infratores

justiça - Juiz da Vara da Infãncia e Juventude de Rio Preto, Evandro Pelarin

A Vara da Infância e Juventude determinou a internação de um adolescente de 16 anos e ouviu outros cinco menores, durante audiência, na manhã de ontem, em Rio pPeto.
Os menores são investigados pelos crimes de desacato, ameaça e dano ao patrimônio público. Todos os adolescentes são alunos da Escola Estadual Alzira Valle Rollemberg, localizada na Zona Norte da cidade.

Equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) auxiliaram nas buscas aos adolescentes para levá-los até o Fórum. De acordo com o juíz Evandro Pelarin, a escola procurou a Vara da Infância para denunciar casos de agressões sofridas pelos professores. Na lista enviada ao juiz tinham dez nomes citados pela coordenação da escola. “Recebemos um pedido para conversar com os alunos, após três semanas foi enviado a nós um relatório com uma lista, onde dez alunos eram citados por desacato e comportamento impróprio”, conta o juiz.

Foi enviado a nós um relatório com uma lista onde dez alunos eram citados por desacato e comportamento impróprio

Da lista enviada a Vara da Infância, seis alunos foram processados, um foi encaminhado para a Fundação Casa por reincidência nos crimes. Entre os outros cinco menores um confessou o crime e teve o caso concluído os demais continuarão sob investigação por não confessarem. “O adolescente que confessou teve o processo encerrado porque ele não tinha passagens como os demais alunos. O pai do menor responderá pelos danos que ele causou na unidade”, conta Pelarin.

A próxima audiência está marcada para novembro. Os pais dos adolescentes, que negaram os crimes, também serão ouvidos. De acordo com o juiz, não há um número de quantas escolas estão na mesma situação, mas a autoridade afirma que é preciso buscar orientação e comunicação à Vara da Infância em situações parecidas. “Toda vez que a Justiça for chamada ela vai atuar”, finaliza.

De acordo com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, no próximo mês terá início o curso de capacitação para mediadores para atuarem em todas as 202 escolas estaduais de Rio Preto e região. O programa de mediação está em vigor e têm 2,3 mil vice-diretores já responsáveis pela mediação.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo afirmou que “a Diretoria Regional de Ensino de São José do Rio Preto afirma que acompanha os processos junto à Vara da Infância e Juventude e que os estudantes continuam sendo assistidos pelas medidas pedagógicas de mediação.”

 

Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS