Rio Preto: Edinho presta contas do ano e anuncia Poupatempo da Saúde para 2018

Apresentação - Prefeito disse que orçamento foi a grande dificuldade de 2017

Um ano de superação e habilidade para driblar e vencer os problemas. Assim foi definido o primeiro ano do mandato do prefeito Edinho Araújo, durante a apresentação da prestação contas do governo em 2017, que aconteceu na tarde de ontem, no nono andar da Prefeitura.

Edinho Araújo aproveitou o evento para anunciar que entre janeiro e fevereiro, o Poupatempo da Saúde deve começar a funcionar na cidade. “Teremos a inauguração do centro médico de especialidades, com 40 consultórios e vamos intensificar ainda mais. Já gastamos muito mais do que a lei manda, em saúde, e vamos continuar esse percentual, ou aumentá-lo, se for o caso, mas sempre priorizando, gastando bem, é isso que precisa”, afirmou o prefeito, traçando também outras metas para 2018.

“Nós vamos continuar trabalhando muito a educação, melhorando a saúde pública, diminuindo o tempo dos exames, das consultas, das cirurgias, será um ano de mais atividades em todos os setores, com a participação do conjunto da sociedade rio-pretense. Vai ser o tempo de fortalecimento do parque tecnológico, vamos buscar cada vez mais uma cidade organizada, uma cidade limpa, onde tenhamos a participação de todos, onde prevaleça à cidade digital, com as implantações que vão passar a vigora logo em janeiro, especialmente na área azul. Um tempo de muito progresso. Tenho a expectativa de que a economia crescendo, Rio Preto vai estar a frente”, explicou.

Em relação ao que mais atrapalhou seu governo durante 2017, Araújo disse que o orçamento prejudicou bastante o trabalho da prefeitura. “A questão orçamentária, o orçamento que não vai bater, não vai ser realizado em 2017, porque ele estava acima dos números que a economia proporciona, além de ter que fazer remanejamento em algumas áreas para que nós pudéssemos enfrentar todas as questões”, disse.

O prefeito rio-pretense também aproveitou para falar sobre os pontos positivos do primeiro ano do seu mandato, como o início das obras de duplicação do trecho da BR-153, que passa por Rio Preto. “A luta pela BR-153, a duplicação da BR, é uma luta permanente. Todas às vezes que vou a Brasília estou em contato com o Ministério para que não falte recurso. Avançamos muito. A BR-153 avançou muito em 2017. Tiramos do papel. Também temos outras tratativas com o Ministério das Cidades com o projeto para trazer a água do rio Grande e também as questões de saneamento básico, que é ter recurso para ampliar o tratamento de esgoto para uma cidade de 600 mil habitantes”, afirmou.

Por último, Edinho Araújo comentou que as obras antienchentes podem receber novos reparos em 2018. “As obras antienchentes, na sua questão macro, foram realizadas. É preciso agora adequar o projeto. Não estava previsto essa microdrenagem no macro e nós vamos realizar depois de estudos elaborados pelos técnicos e depois do orçamento na mão”, finalizou.

 

Por Marcelo SCHAFFAUSER

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS