Rio Preto é premiada por avanços no saneamento básico

Nesta terça-feira (17), o prefeito Edinho Araújo (MDB), foi até a cidade de Piracicaba, acompanhado do superintendente do Semae (Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto), Nicanor Batista Jr., para receber o prêmio “Casos de Sucesso em Saneamento Básico”, do Instituto Trata Brasil pelo avanço nas ações de saneamento básico empregadas na cidade. Rio Preto é a 7ª cidade em destaque nos serviços de saneamento básico em todo o Brasil.

“Saímos de uma situação de falta de esgoto e de água tratada nas décadas de 80 e 90, para o reconhecimento pelo Trata Brasil como uma das cidades que mais se destacam em saneamento básico. Isso só é possível com gestão eficiente e visão de futuro”, disse o prefeito Edinho Araújo, durante a cerimônia.

Nicanor Batista Jr., responsável pelo Semar, disse que o prêmio “é um reconhecimento do esforço da autarquia para oferecer um serviço de saneamento de qualidade à população”. “Neste ano, ficamos em 7º lugar, no País, entre os municípios com a melhor qualidade de serviço de saneamento oferecido à população. Temos a menor tarifa do Estado de São Paulo e a 3ª menor do Brasil, para cidades acima de 100 mil habitantes. Estamos investindo na ampliação da nossa Estação de Tratamento de Esgoto e reformando a nossa Estação de Tratamento de Água. Nosso objetivo é cada dia mais oferecer água de qualidade ao rio-pretense e esgoto tratado.”, salientou.

Foram premiados os municípios de São José do Rio Preto (SP) Piracicaba (SP), São Ludgero (SC), Hortolândia (SP), Vitória (ES), Rondonópolis (MT) e Palmas (TO), além das agências reguladoras ARSESP (SP), ARSAE (MG) e ARES – PCJ. A escolha, feita por consultoria independente, serve para mostrar que cidades grandes, mas também médias e pequenas conseguem, com esforço, chegar a indicadores de excelência.

Édison Carlos, presidente executivo do Trata Brasil, disse que tão relevante quanto cobrar avanços é reconhecer casos positivos e assim incentivar outras cidades. “O Trata Brasil busca, na premiação, reconhecer os esforços de cidades que investem de forma contínua para levar esses serviços tão importantes a toda à população. Saneamento traz inúmeros impactos positivos, seja na saúde, educação, renda, empregos e turismo, portanto, os prefeitos precisam perseguir a universalização do saneamento básico e assim trazer mais qualidade de vida às pessoas”, finalizou.

por Ygor ANDRADE

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS