Rio Preto: Centro fica vazio no Dia das Crianças

Quase ninguém - Lojistas reclamaram do baixo movimento no Calçadão (Foto: Guilherme Batista)

Diferente das milhares de pessoas que compareceram na Cidade das Crianças e no Parque Ecológico, o Calçadão de Rio Preto ficou praticamente às moscas no feriado desta quinta-feira (12) e deixou os comerciantes, que abriram suas lojas, já que o dia era facultativo, irritados com o baixo movimento.

Letícia Gossn de Oliveira, dona da loja Cacau Show, reclamou do pouco movimento durante o Dia das Crianças. “Movimento péssimo. Achamos que teriam ações no Centro para chamar atenção, atrair as crianças, e não teve nada”, disse ela, que fechou o caixa com pouco mais de 10% do faturamento esperado para o dia.
“A gente esperava vender uns R$ 3 mil e fechamos com R$ 385. Muito abaixo da meta”, afirmou.

Para o gerente da loja Duli, Marcos Vinicius, as vendas até foram boas, apesar do pouco movimento. “Equiparando com os outros anos foi um pouco melhor na questão de vendas. Tivemos muitas saídas de bonecas, para meninas, e carrinhos, para meninos”, disse o gerente, que, mesmo com mais vendas, ficou com o caixa abaixo na comparação com o ano passado.

“Em média o pessoal gastou de R$ 25 a R$ 30. Ficamos dentro da meta, mas, por conta da crise econômica, também estipulamos uma meta mais baixa em relação aos anos anteriores, de 20% para 12%. Os pais e avós não compram mais aqueles grandes presentes, mas sempre levam uma lembrancinha para as crianças”, finalizou.

Fonte: Marcelo Schaffauser – Redação jornal DHoje Interior 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS