Rio Preto: briga de família acaba em pintor esfaqueado e um preso

Discussão entre uma família do Jardim Arroyo, na noite desta quinta-feira, dia 6, acabou em briga generalizada, um pintor, de 47 anos, esfaqueado com quatro golpes de canivete e socorrido em estado grave à Santa Casa da cidade. Um suspeito de 51 anos foi preso em flagrante.

Segundo boletim de ocorrência, confusão começou quando o desempregado R.N.S, de 51 anos, foi tirar satisfação com o pintor, M.T.M por acusá-lo de agredir a esposa, filha do desempregado. Durante as agressões, o pintor foi esfaqueado com dois golpes no peito, um na cabeça e outro golpe nas nádegas.

Na tentativa de separar a briga entre genro e sogro, duas mulheres ficaram feridas. Quando a Polícia Militar chegou ao local, Corpo de Bombeiros já prestava socorro às vítimas. Segundo os policiais que registraram o caso, o acusado pelo esfaqueamento e as envolvidas aparentavam estar embriagadas.

Suspeito ficou preso e deve responder por lesão corporal e homicídio simples. Faca usada no crime foi apreendida com manchas de sangue. Caso foi registrado na Central de Flagrante de Rio Preto.

Por Francela PINHEIRO

SEM COMENTÁRIOS