Rio Preto: Após oito anos, novo asfalto do Residencial Palestra é entregue

Novinho - Todas as ruas do bairro Residencial Palestra foram asfaltadas (Foto: Guilherme Batista)

Foram oito anos de reclamações e espera, mas finalmente chegou. No final da tarde de ontem, o prefeito Edinho Araújo, ao lado de vereadores, secretários e moradores, entregou oficialmente os 53 mil m² do novo asfalto do Residencial Palestra, bairro da Zona Norte de Rio Preto.

“É fundamental isso, resolver problema. Demanda não resolve a solução da população, mas quero dizer que contamos com a compreensão, tanto da Únicos quanto a empresa pavimentadora, que se entenderam e a Prefeitura intermediou. O pessoal está dizendo que é um bairro novo. Isso é importante, uma pavimentação, que facilitou a vida das pessoas”, afirmou o prefeito.

Autor do requerimento que solicitava a pavimentação do bairro, o vereador Jorge Menezes (PTB) se disse satisfeito com a obra realizada.
“Acho que foi feita a justiça dos moradores que pagam seus impostos. Era uma vergonha aquele asfalto. Com o asfalto pronto até a qualidade de vida do bairro melhora”, disse o vereador.

Moradores do bairro há três anos, o casal Cléber, 36 anos, e Ana Paula, 30 anos, relatam que conviviam com a insegurança, e a obra que começou no final de julho traz expectativa de melhora. “Fica melhor pra morar, melhor pra transitar, a segurança melhora”, disse o personal trainer.

Cléber tem uma academia no bairro e foi quem encabeçou o abaixo assinado, que contou com 600 moradores que pediam o asfalto. “Não foi uma revolta, mais, sim, uma solicitação do povo”, disse.

Já a assistente administrativa Ana Paula, 30 anos, vê a mudança com grande animação. “Antes minha rua era só pedra, hoje tem asfalto, sinalização”, explicou Ana Paula.
Toda a infraestrutura chama atenção dos moradores de outros bairros, segundo o casal. “Vivíamos com receio, hoje temos orgulho”, afirmaram.

NOVAS OBRAS
Além do asfalto entregue no Residente Palestra, o prefeito Edinho Araújo também comentou sobre outras futuras obras na região.

“O Gonzaga, essa passagem, é um viaduto sobre um projeto que temos para o futuro. Precisamos buscar recursos ainda, mas já temos o projeto. Estou vendo a possibilidade de melhorar aquele acesso, que hoje é muito precário, é terra, com o tempo de chuva é barro, na seca é buraco, então, é uma questão para mostrar para a população que eu sei do problema e tem uma possibilidade mais imediata, eu diria, em longo prazo, que é o viaduto ali para acessar essa região”, afirmou Edinho, que também comentou sobre o viaduto da Avenida Mirassolândia, que, em breve, deve sair do papel.

“O que estamos avançando muito é o viaduto da Mirassolândia e da Domingos Falavina. Estamos detalhando o projeto para depois abrir licitação. Então, é uma obra que vai ficar pronta daqui uns dois anos, dois anos e meio. Mas nós estamos perseguindo e acho que vai ser outra revolução no sistema viário da região norte”, finalizou.

Fonte: Marcelo Schaffauser com colaboração: João Ricardo Camilo

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS