Rio Preto: Agentes da Vara da Infância fiscaliza boate sem alvará para menores

Agentes de proteção ao adolescente da Vara da Infância e Juventude localizaram 500 menores em uma boate, na tarde deste domingo (5) em Rio Preto.

O local tinha alvará de bar e restaurante, porém, funcionava como boate, os adolescentes estavam no estabelecimento para uma festa de baile funk, após denúncia feita ao cartório da Vara da Infância e Juventude os profissionais de proteção fizeram a fiscalização junto à Guarda Civil Municipal e Polícia Militar que auxiliaram no trabalho.

Segundo os agentes, dentro da boate havia 500 menores e uma fila de espera para entrar no local com mais 200 adolescentes.  O dono da boate não possuía autorização da justiça para fazer show que permitia a venda de ingresso a crianças e adolescentes.

Os agentes afirmaram também que, havia vestígios em relação ao uso de drogas. Não foi visto no local a venda de bebidas alcoólicas aos menores.  O caso será analisado pelo  Ministério Público e Vara da Infância e Juventude.

De acordo com o Juiz Evandro Pelarin, os responsáveis pelos menores serão ouvidos para esclarecimento e melhor condução do caso. “Os agentes de proteção vão enviar o relatório completo com os nomes de cada adolescente e dos responsáveis, após esta identificação vamos ouvir as partes e dar andamento no caso. Em relação onde aconteceu a festa o promotor ajuíza uma ação contra o local que também será investigado”, explica.

Por Mariane Dias 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS