Rio-pretense procura a polícia para reclamar suposto prêmio de loteria de 2017

Um prêmio de loteria, no valor de R$ 575 mil, a que teria direito em 2017 levou o rio-pretense R.C.P., 39, até a polícia, no final da tarde desta segunda-feira.

Segundo o suposto ganhador, ele fez apostas em uma lotérica da avenida Nossa Senhora da Paz e ao conferir o resultado descobriu que era o ganhador da bolada.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, ele teria ido até uma agência da Caixa Econômica Federal da avenida Potirendaba para receber o montante, tendo sido atendido por um gerente do qual não se recorda o nome.

P. teria voltado no dia seguinte no banco e passado a conta da mulher M.M.L.N. para que o valor fosse depositado, o que segundo ele nunca aconteceu.

Ao ser questionado do porque não cobrou esse prêmio antes, ele declarou que “ficou com medo” (sem falar de quem ou do que exatamente). Cabe agora ao 5º DP investigar a história.

Os ganhadores têm 90 dias corridos de prazo, segundo a Caixa, para receberem o prêmio. Depois desse tempo os valores são repassados ao Tesouro Nacional e o apostador perde o direito de sacar o montante ganho no sorteio.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS