Reitor da Universidade Brasil vira réu por ameaçar testemunhas

José Fernando Pinto da Costa disse que processaria estudantes, fechou centro acadêmico de Medicina em Fernandópolis (SP) e defendeu a “destruição” de inimigos

Alvo de denúncia do Ministério Público Federal, o reitor da Universidade Brasil, José Fernando Pinto da Costa, tornou-se réu em uma ação penal por coagir testemunhas durante a tramitação de um procedimento que investiga o excesso de matrículas no curso de Medicina ministrado em Fernandópolis (SP).

Dhoje Interior

Ele proferiu ameaças contra quatro alunos da graduação em 14 de março deste ano, quando participou de uma audiência pública sobre o assunto.

Costa foi preso no último dia 3, após a deflagração da Operação Vagatomia, que apura uma série de irregularidades na admissão de novos estudantes pela instituição de ensino.

Vinicius LOPES