Rei dos empates, Rio Preto recebe o Foz para entrar no G4 do Brasileirão

Técnico do Rio Preto, Chicão Reguera tenta encontrar uma saída para a equipe vencer a primeira no Brasileirão Feminino

Olhando o copo meio cheio, as meninas do Rio Preto entram em campo nesta tarde de quarta-feira (23), a partir das 15h, no estádio Anísio Haddad, para encarar o Foz Cataratas, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino, invictas. Olhando o copo meio vazio, o time rio-pretense só empatou na competição até agora (a equipe com o maior número de empates, quatro) e ocupa a sétima e penúltima colocação do Grupo 2, com quatro pontos.

Se de um lado a invencibilidade é um ponto positivo, a falta de vitórias preocupa o time, como explica a meio-campista Jéssica. “Estamos 50 a 50. Preocupa no sentido que já tivemos pelo menos dois jogos que poderíamos ter vencido e mudado a nossa situação. Por outro lado, a competição tem muito coisa para acontecer”, disse a meia rio-pretense.

Sobre o confronto contra o Foz, Jéssica acredita na vitória e no fim da série de empates, mas espera um time retrancado pela frente. “O que tenho visto é que não somos inferiores as outras equipes. Talvez não temos a mesma qualidade de antes, mas estamos com uma defesa mais cascuda. Então, a expectativa é sempre de vitória, mas acredito que elas viram bem fechadas e teremos que trabalhar bem a bola para vencer”, concluiu a camisa 5 do Verdão.

Com os desfalques de Di e Suzana, suspensas, o técnico Francisco Reguera deve mandar o Rio Preto a campo com Zani, Bárbara, Simeia, Thais e Karina; Jéssica, Lelê e Mari; Fafá, Maria e Miriã. A entrada para o duelo entre Jacaré e Foz Cataratas é gratuita.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS