Racismo e Homossexualidade serão temas nas apresentações do FIT de hoje

Espetáculo Romeu e Julieta esta na programação de hoje

Na Swift, o espetáculo “Puto!” irá abordar a homossexualidade na forma de um show-manifesto. A intenção é retratar as disseminações de preconceitos e estigmas sociais vividos por cidadãs e cidadãos LGBT. A apresentação começa a partir das 23h e a entrada é gratuita. Menores de 18 anos também não poderão acompanhar.

O segundo dia do FIT (Festival Internacional de Teatro) promete explorar temas como racismo e homossexualidade durante as apresentações. Nesta sexta-feira (6), o espetáculo “Isto é um negro?” irá discutir questões raciais a partir da experiência dos ativistas Angela Davis, Fred Moten, Achille Mbembe, Bell Hooks, Grada Kilomba, Frantz Fanon, Sueli Carneiro e Aimé Césaire.

Ela ocorrerá no Sesc, ás 19h e será para maiores de 18 anos. O valor de entrada é R$ 15. Na Swift, o espetáculo “Puto!” irá abordar a homossexualidade na forma de um show-manifesto. A intenção é retratar as disseminações de preconceitos e estigmas sociais vividos por cidadãs e cidadãos LGBT.

A apresentação começa a partir das 23h e a entrada é gratuita. Menores de 18 anos também não poderão acompanhar. Outra obra que merece destaque é a do argentino Fernando Rubio. “Todo lo que está a mi lado” propõe a experiência de criar intimidade em espaços públicos. Para isso, sete camas serão espalhadas no Parque Ecológico e cada participante vai poder se deitar com uma atriz, de modo a vivenciar uma história.

Cada atriz apresenta para uma pessoa a cada 15 minutos. As camas estarão disponíveis da 11h ás 13h e das 14h ás 16h. Gilberto Gawronski vai apresentar “A Ira de Narciso” ás 21h30, no Sesc. Será cobrado R$ 15 na entrada e será para maiores de 18 anos. Na peça, o narrador vivencia múltiplas situações e sensações cotidianas durante uma estadia em luxuoso hotel de Liubliana, capital da Eslovênia.

“Romeu e Julieta – Obra atentado em homenagem aos que morreram lutando” vai mostrar as possibilidades transgressoras do amor em tempos de guerra. A obra será apresentada no Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto, às 21h30, com entrada a partir de R$ 15. Além das apresentações de teatrais, Michele Rolim irá promover o lançamento do livro “O que pensam os curadores de artes cênicas” no Sesc, ás 11h. Também no Sesc, haverá uma exposição de fotografias de Lenise Pinheiro. (Colaborou: Vinicius LIMA)

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS