Psol cobra sessão apenas virtual na Câmara durante quarentena

Sessão virtual está sendo cobrada por partido de Rio Preto sessões voltaram no dia 09 de abril foto_Sérgio Sampaio

O diretório municipal do Psol encaminhou ao vereador e presidente da Câmara, Paulo Pauléra (Progressistas) um documento no qual requer que enquanto durar a quarentena imposta para combater a proliferação do Covid-19 as sessões ordinárias sejam feitas virtualmente.

O oficio salienta que a mudança na forma de realização das sessões permitiria a participação de todos os parlamentares, alegando que todos os vereadores foram eleitos e por conta disso teria o direito de participar das sessões, mas que alguns estão impedidos por estarem no grupo de risco de contaminação do novo coronavírus.

Dhoje Interior

Além da sessão virtual o partido acredita que neste momento somente deveriam ser pautados projetos relacionados ao conoravírus como está acontecendo na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional.  Em nota o presidente a presidente do partido, Luciana Fontes, salienta que caso seja necessário poderá ingressar na justiça para garantir a participação do vereador Marco Rillo (Psol)  que está enquadrado no grupo de risco.

O vereador Rillo esteve ausente das duas últimas sessões realizadas pós-recesso forçado por conta da quarentena. Em ambas o vereador apresentou justificava da ausência por ser do grupo de risco.

O presidente da Câmara afirmou que na próxima segunda-feira (21) vai ter uma reunião com o diretor geral e o diretor de comunicação para estudar a possibilidade no que diz respeito à questão de equipamento e transmissão. “Existem outras Câmara fazendo isso. Então vamos analisar toda essa questão. A questão é mais técnica do que outra coisa” salientou Pauléra.

Apesar deste pedido ele salienta que as sessões estão sendo feitas respeitando todas as orientações de segurança tanto para funcionários quanto para os vereadores.

Por Sérgio SAMPAIO