Projeto unifica a oferta de consultas, exames e cirurgias na rede pública paulista

A criação da Central Única de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde foi aprovada pela Assembleia Legislativa. A iniciativa deve acelerar o atendimento dos pacientes que aguardam por vagas em hospitais municipais e estaduais de São Paulo.

A central integra os serviços de busca por vagas promovidos por dois outros sistemas já conhecidos da população paulista: a Central de Regulação de Ofertas de Serviço de Saúde (CROSS), operado pela secretaria Estadual da Saúde; e o Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde (SIGA), sistema informatizado municipal. Ambos buscam reunir em uma única plataforma as informações, agendamento de consultas, exames e procedimentos dos pacientes.

Segundo o deputado Cezinha de Madureira (DEM), autor da medida, a ideia de unificar as vagas e integrar os sistemas é facilitar a vida da população. “Com a aprovação dessa lei, as pessoas que estão em busca de uma vaga para uma cirurgia ou para um exame poderão se comunicar. Ou seja, o atendimento a partir de hoje, será bem melhor para quem utiliza os hospitais da rede municipal e da rede estadual”.

A Secretaria Estadual da Saúde fará a integração por meio do número do Cartão Nacional de Saúde. A proposta é firmar parcerias e convênios com municípios e hospitais do Estado, para a realização de tratamentos e cirurgias, assim como criar aplicativos que colaborem para a diminuição das filas para o atendimento.

Ainda de acordo com o projeto, serão criados aplicativos para facilitar o acesso das unidades de saúde à disponibilidade de leitos e cirurgias.

Da REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS