Projeto rio-pretense busca devolver a autoestima de mulheres doando perucas

projeto- Existe há mais de seis anos em Rio Preto

O grande ícone de beleza em uma mulher certamente são os cabelos que complementam toda a beleza feminina. Porém doenças, como o câncer, problemas capilares, entre outras, acabam fazendo com que muitas percam os fios, sendo necessário recorrer a lenços ou até mesmo as perucas, a opção mais cara no mercado.

Com isso o projeto rio-pretense ‘Mudança de Vida – Fios da Esperança’ busca proporcionar devolver a autoestima dessas mulheres, fazendo doações de perucas. De acordo com a coordenadora do projeto, que iniciou as ações há seis anos, Aida Ribeiro Modesto, em um ano já foram doadas mais de 200 perucas. “Há um ano montamos a tecelagem com máquinas que ganhamos de empresários e com o trabalho voluntário confeccionamos as perucas para doação”, comentou.

Dhoje Interior

Por mês são produzidas cerca de 20 perucas, sendo necessária a doação de oito mechas para a confecção de apenas uma peruca. Em lojas especializadas o preço médio de uma peruca de comprimento curto é cerca de R$ 1,7 mil, podendo variar para mais conforme for maior o comprimento. “Esse projeto é um projeto de amor ao próximo. Se todo mundo plantar a boa semente, conseguimos ajudar a todos”, ressaltou a coordenadora.
Além de receberem as doações de cabelo, o projeto também ajuda pacientes da Santa Casa e Casa da Criança em Rio Preto e mais de 15 casas de apoio em Barretos, com doações de alimentos e outros itens. “Ao todo cerca de 550 pessoas recebem nossa ajuda, incluindo os pacientes e também a família”.

No último final de semana, o projeto recebeu a doação de aproximadamente três mil litros de leite, cestas básicas e mechas de cabelo que serão distribuídos entre as casas de apoio e pacientes que necessitem da ajuda.

Quem quiser colaborar com o projeto, que aceita doações de mechas de cabelo, leite, alimentos e móveis, pode entrar em contato pelo telefone (17) 3224-1712 ou comparecer a sede do projeto que fica na Avenida Nossa Senhora da Paz, 244, Jardim Alto Alegre, em Rio Preto.

 

Por Priscila Carvalho