Projeto obriga bares e restaurantes a oferecer cardápio em formato acessível para deficientes visuais

ProJETO de LEI - Proposta do vereador Pedro Roberto será lida nesta terça-feira

Projeto de Lei Nº 141/2017 será lido, hoje, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Rio Preto, prevê uma mudança, de autoria do vereador Pedro Roberto (PRP), na Lei Municipal nº 8.390, de 5 de junho de 2001, obrigando os bares, restaurantes e similares de oferecer cardápio em formato acessível às pessoas com deficiência visual.

A proposta de alteração diz que considera formato acessível todo aquele em que qualquer pessoa com deficiência visual possa ter acesso ao conteúdo do cardápio de forma autônoma e independente, por vias tecnológicas (QRCode), e ou a impressão em Braile.

Autor do projeto, o Pedro Roberto justificou a proposta alegando que os deficientes visuais são consumidores em potenciais e vivenciam o lazer e a gastronomia nos bares e restaurantes de Rio Preto, como todo e qualquer consumidor e faz-se necessário o cardápio “QR Code” e ou em Braile.

 

Por Marcelo SCHAFFAUSER

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS