Programa Jovens Empreendedores será implantado em 14 escolas

A prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Educação, firmou convênio ontem (6) com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para implantar o programa Jovens Empreendedores – Primeiros Passos (JEPP) em 14 escolas municipais. O projeto irá beneficiar mais de 6 mil estudantes.

O prefeito Edinho Araújo assinou o convênio em seu gabinete, ao lado da Secretária de Educação, Sueli Petronília Costa, e do gerente regional do Sebrae, Marcos José Amâncio. A partir de agora, os professores das escolas participantes passam por capacitação. Serão 30 horas de formação feita à distância e depois 8 horas de maneira presencial. A partir de agosto, o projeto chega para os alunos. Todo o material é fornecido pelo Sebrae.

“Esse programa leva aos alunos do Ensino Fundamental conceitos de empreendedorismo. A metodologia tem uma linguagem apropriada para cada faixa etária. Os ensinamentos mostram a importância de desenvolver comportamentos empreendedores”, afirma Marcos. O gerente do Sebrae explica que os alunos são estimulados a buscar oportunidades, ter iniciativa e honrar compromissos. “Ao desenvolverem esses comportamentos empreendedores, esses jovens terão a capacidade, lá na frente, de ser protagonistas da própria vida e de tomar as decisões necessárias”, completa Marcos.

A secretária Sueli Costa destaca a importância da formação global dos alunos. “Os jovens vão aprender, por meio do empreendedorismo, a ter um comportamento de cooperação, um olhar inovador, vai ter lições de ética, cidadania e sustentabilidade. Além disso, vai desenvolver o senso crítico, tão importante em nossa sociedade”, diz.

Já o prefeito Edinho Araújo lembra a importância desse projeto em uma cidade como Rio Preto. “Com esse projeto, estamos dando a oportunidade de esses jovens irem além da alfabetização. É importante que elas aprendam a ler e escrever, que tenham o hábito da leitura, mas que tenham também a cabeça voltada para a criação e para o empreendedorismo. Ainda mais em Rio Preto, que é uma terra de oportunidades e uma cidade empreendedora”, afirma.

As lições de empreendedorismo do JEPP são incluídas nas aulas regulares. Nas 14 escolas participantes, todos os alunos farão parte do projeto.

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS