Produtores e comerciantes de flores se unem para aquecer vendas

Foto Divulgação

Com as vendas estagnadas em um mês que não favorece a comercialização de flores,
produtores e comerciantes do setor decidiram apostar na união para gerar novos
negócios.

Entre as estratégias para aquecer o mercado de Rio Preto está a Feira de Flores, Artesanato e Comidinhas, que acontece de 13 a 16 de fevereiro, das 8 horas às 17 horas, na Ceagesp. O evento é gratuito e aberto ao público em geral.

Dhoje Interior

Os vinte mil m² de área no entreposto vão abrigar estandes de plantas ornamentais e frutíferas, de diferentes espécies, cores e perfumes, artigos florais e acessórios de decoração para jardim, barracas de artesanato e comidas variadas.

Vão participar atacadistas da Aprorio (Associação dos Produtores e Comerciantes do
Mercado de Flores de São José do Rio Preto) e artesãos locais. Segundo o presidente Josildo Pereira de Souza, conhecido como Dido, a entidade foi criada com o objetivo de
fortalecer o setor. “Juntos conseguimos melhores preços, mais qualidade e maior variedade e rapidez na entrega dos produtos”, avalia.

De acordo com ele, durante a feira, que ganhou um novo formato, o visitante encontrará
diversidade de produtos com preços competitivos. “Qualquer pessoa pode comprar na
Ceagesp, seja ela consumidor final ou pessoa jurídica”, acrescenta.

Ricardo Freire Sanches, vice-presidente da Aprorio, ressalta que fevereiro é um mês bem parado e o evento foi criado para dar uma animada nas vendas. “Estamos otimistas.
Esperamos cerca de 20 mil pessoas nos quatro dias de evento e isso com certeza aquecerá as vendas”, finaliza.

 

Por Daniele JAMMAL