Procurado da Justiça é preso depois de agredir mulher

Um ajudante, de 30 anos, foi preso por descumprir uma medida protetiva e agredir a companheira, uma auxiliar de cozinha de 21 anos, na tarde de sexta-feira (10), na Vila Novaes, em Rio Preto.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada para atender um caso de violência doméstica. No local, os militares encontraram a mulher com hematomas no olho direito.

A vítima sinalizou que o homem era o agressor e que ele deveria ser preso. O homem foi abordado e, em pesquisa no sistema da Polícia Militar, foi constatado que ele era procurado da Justiça por ter sido condenado a três meses e 15 dias, em regime aberto, pelo crime de violência doméstica.

A mulher contou ainda à polícia que foi agredida com socos e que o companheiro agiu por ciúmes. Ela disse que possui medida protetiva contra o autor, mas não apresentou nenhum documento.

O ajudante foi preso e permanece à disposição da Justiça.

Por Bia MENEGILDO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS