Procura por imóveis e terrenos sobem 30% na região

TERRENO - Tarraf anuncia mais um empreendimento em Bady Bassit e presidente do Secovi diz o crescimento é constante

Os dados são do diretor regional do Sindicato da Habitação (Secovi). De acordo com ele, mesmo com o anúncio da polêmica envolvendo Michel Temer e Aécio Neves, o Brasil não perderá o crescimento.

A procura por imóveis ou terrenos em Rio Preto e na região subiu ao menos 30%, afirma Alessandro Nadruz, diretor da Regional do Sindicato da Habitação (Secovi). O anúncio foi feito, ontem, logo após a empresa Tarraf comunicar o lançamento de mais um empreendimento na cidade de Bady Bassitt.

De acordo com ele, os munícipes de Rio Preto estão optando por comprar imóveis em cidades menores e vizinhas, do que no próprio município. Por isso, as empresas têm investido nessas regiões. “No último levantamento, percebemos o crescimento de 30% na procura. E o que chama a atenção é que muitos querem nessas cidades vizinhas, porque você pode comprar uma casa boa por um preço muito menor do que em Rio Preto.”

Nadruz ainda afirma que ao invés dos clientes comprarem na região norte, onde o crescimento habitacional é constante, as opções continuam sendo pelos municípios vizinhos.
“Por exemplo, quem trabalha no shopping Iguatemi ou naquela área é bem mais rápido chegar morando em Bady Bassitt, do que na própria zona norte. Uma casa em Rio Preto pode ser comprada por até R$ 400 mil, sendo que nessas cidades menores você consegue adquirir uma do mesmo tamanho e até melhor por R$ 250 mil ou R$ 300 mil”, afirma Nadruz.

O presidente do Secovi, ainda acredita que a situação do Brasil no ramo de imóveis não mudará mesmo depois das polêmica relacionadas à delação do presidente da JBS, Josley Batista, em que afirma corrupção e cita os nomes do presidente Michel Temer (PMDB) e do senador Aécio Neves (PSBD). “Pode até balançar, mas não vai mudar nada, porque temos um ministro na Fazenda do Brasil, que me parece forte. Para isso, é claro que precisamos manter as políticas aplicadas nos últimos tempos”, afirma.

Empreendimento Tarraf
Após dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que revelam que a população de Bady Bassitt aumentou 14% em seis anos, a Tarraf lança o Jardim das Palmeiras 3, loteamento aberto com 240 lotes residenciais e comerciais.

Segundo Gabriela Tarraf, diretora de marketing da empresa, o loteamento terá terrenos a partir de 200 m² e será contemplado com uma academia ao ar livre, além da localização privilegiada, próximo ao Jardim das Palmeiras 1 e 2. A obra tem previsão de conclusão de 24 meses. “O Jardim das Palmeiras 3 é o 7º empreendimento da Tarraf em Bady Bassitt. A atuação da construtora na cidade auxilia o crescimento do município, além de gerar empregos e moradia”, afirma.

Segundo ela, a empresa tem acompanhado as tendências imobiliárias da região. “Acreditamos no potencial de Bady, praticamente um bairro de Rio Preto, que tem revelado números positivos de crescimento e desenvolvimento nos últimos anos. Nosso objetivo é oferecer à cidade soluções inovadores em moradia e, claro, com muita qualidade e áreas verdes”, acrescenta.

 

Por Franklin Catan

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS