Problemas oculares nos cachorros: Saiba quando levá-los à clínica veterinária

Olhos em ordem com dedicação diária e visitas à clínica veterinária
As doenças que acometem os olhos dos pets são semelhantes aos problemas que podem atingir os homens, bem como os cuidados necessários para evitá-los. Para isso, você precisa limpar todos os dias essa região com uma gaze ou um algodão com água morna ou soro fisiológico até amolecer e retirar as secreções, com atenção para não deixar entrar nenhum fiapo de material que possa irritar os olhos do animal. Se for necessário, prenda os pelos mais longos no topo da cabeça do seu cão com um elástico para que eles não atrapalhem a higienização correta.

Os cuidados com essa área sensível também são necessários na hora do banho, seja em casa ou no Pet Shop: os olhos do seu bichinho precisam estar protegidos com pomadas específicas para a área, indicadas por veterinários, e o shampoo usado para a cabeça não pode causar irritações e vermelhidão. Se a opção for por levar o animal ao banho e tosa, procure conversar com os funcionários para saber como tudo é feito e demonstre a sua preocupação.

No entanto, a atitude mais importante para que o seu pet não sofra com doenças nos olhos é fazer o checkup regularmente com um oftalmologista canino, que pode avaliar as fragilidades da raça, histórico familiar e fatores ambientais. Se vocês tiverem que encarar uma situação dessas, é preciso seguir o tratamento à risca e abolir os métodos caseiros, para que as chances de cura sejam efetivas ou para que a qualidade de vida seja mantida. Agora que você já sabe como prevenir as doenças caninas que podem atingir o seu animal de estimação, conheça os sintomas de cada uma.

Conjuntivite
Se o seu cão está com o olho avermelhado, ele pode ter sido infectado por bactérias ou por vírus causadores da conjuntivite, que entraram em contato com esta região do corpo por meio da poluição do ar ou devido a ações climáticas. Além desse sintoma, a conjuntivite nos cachorros pode ter inchaço nos olhos, pálpebras superiores inflamadas, secreção de cor amarela ou esverdeada, lacrimejamento e irritação frequente. O tratamento é simples, com limpeza com soro fisiológico e a aplicação de colírios prescritos pelo veterinário diariamente.

Se a doença estiver muito avançada, o médico também pode recomendar antibióticos. A doença não é contagiosa, e, se você possui outros animais em casa, eles podem manter contato, desde que nenhum deles toquem nos olhos do cão com conjuntivite. Se for necessário, use um cone de pescoço.

Catarata
A catarata é o principal motivo de cegueira nos cachorros, e, por isso, merece atenção especial! As origens são variadas, podendo ser genética, diabética, traumática ou secundária à degeneração da retina. Essa doença torna o cristalino opaco por causa da morte das células, e forma uma mancha de cor esbranquiçada no centro do olho do seu cão, bloqueando a passagem de luz e a visão. Se o seu pet for diagnosticado com essa doença, ele vai precisar passar por uma cirurgia e colocar uma prótese que substitui o tecido natural dos olhos. A catarata pode se manifestar ao nascer, na juventude e na velhice, principalmente nos animais de pequeno e grande porte, e, se esse for o caso do seu cão, você deve optar pela castração para que a doença não se espalhe para os filhotes.

Glaucoma
A doença é grave e pode cegar se não receber os devidos cuidados. Ela acontece quando há um aumento da pressão sanguínea dentro dos olhos, o que acaba afetando o nervo e a retina do bichinho, principalmente quando ele começa a envelhecer. Geralmente, os donos só percebem o problema quando o cachorro vai ficando com os olhos turvos e esbranquiçados, as pupilas dilatadas e dificuldade de enxergar, mas, quando descoberta no início, pode ser revertida com uma drenagem. Na clínica veterinária, o especialista vai precisar fazer uma análise da pressão intraocular e um exame de fundo do olho para confirmar o diagnóstico e receitar colírios, que devem ser usados regularmente por toda a vida do seu pet.

 

Da Redação

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS