Primeiro debate dos candidatos a presidente chama atenção dos rio-pretenses

Foto: Kelly Fuzaro

O pontapé inicial das eleições de 2018 foi dado nesta quinta-feira (9) com o primeiro debate dos candidatos à Presidência da República na TV Bandeirantes. Participaram oito dos treze candidatos a uma vaga no Palácio do Planalto: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Ciro Gomes (PDT). Muitos rio-pretenses assistiram ao primeiro embate dos presidenciáveis e compartilharam suas opiniões.

“Não vi o debate inteiro, mas acho que ele é muito importante na hora de escolher os candidatos. É preciso pesquisar bastante antes de definir. Para mim o Bolsonaro foi o pior de todos”, comenta Antônio Silva Menezes, 74 anos, aposentado.

“Eu acredito que o debate foi morno, justamente por ser o primeiro. Ele serviu mais para mostrar o tom dessa campanha e o que cada candidato vai mirar para seguir rumo a vitória. A Marina e o Alckmin procuraram chamar a atenção das mulheres, já que são a maioria entre os eleitores. Os adversários do Bolsonaro o atacaram, enquanto ele respondia com frases de efeito. A ausência do PT não foi sentida”, afirma Arthur Francisco Pazin Camargo de Avila, 26 anos, estudante de jornalismo.

“Achei todo mundo desinformado, os políticos não tinham nenhuma base na hora de apresentar as propostas. Pelo que eu vi, os velhos vão continuar a mesma coisa e os novos não empolgam”, explica a ambulante Taísa Dias, 51 anos.

“Achei o debate bem espalhafatoso. Foi mais um show do que um debate em si. As propostas eram extremamente absurdas. O Alckmin o tempo inteiro falando que ia cortar juros, mas claro, sem cortar impostos. Muitos candidatos gritando, enquanto o Bolsonaro ficou tranquilíssimo, sem dar muita bola pra ninguém. A Marina Silva até apresentou propostas coerentes, mas ainda não confio nela”, diz Matheus Henrique Viche, 17 anos, estudante.

“Gostei muito do Alckmin, ele citava números e dava impressão de que era o único que sabia do que estava falando. O Alvaro Dias também me agradou, ele parece ser um cara honesto”, comenta o aposentado Mario Carlos Rodrigues Neves.

As eleições acontecem no dia 7 de outubro. Além de presidente, os eleitores escolherão governador, senadores e deputados federais e estaduais. Se necessário, o 2º turno será realizado no dia 28 de outubro.

Colaborou: Vinicius LIMA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS