PREVISÃO PARA O NOVO ANO: 2018 será ano de muito trabalho

Tarólogo Di Ferreira

Com a virada do ano, 2018 promete ser um período de abundância, prosperidade e muito trabalho, sendo que já é visto de forma mais positiva do que este ano que se encerra. Com o novo ciclo energético planetário (que dura 36 anos cada um) e se iniciou em 2017, o planeta Terra fica sob a regência do planeta Saturno, que promete continuar derrubando muitas máscaras e trazer mais verdades à tona.

De acordo com o tarólogo Di Ferreira, o próximo ano também deve trazer muitos rompimentos em diversos aspectos da vida, mas o tarólogo afirma que serão positivos e quem está à procura de um relacionamento, no próximo ano encontrará o seu amor. “Em 2018 continua essa sequência de 2017, quem trabalha com a verdade, não merece castigo. Vai continuar tendo muito rompimento de amizade, relacionamento, mas isso é positivo. As pessoas vão ter que aprender a lidar com as perdas. Quem está solteiro vai encontrar um bom relacionamento, que será bem aventureiro e gostoso”, comentou.
Para 2018 também haverá a revelação de muitas coisas omissas e que na área da saúde pode trazer até mesmo a descoberta de novas curas. “Vai vir muita coisa em 2018 apresentando ou já colocando para a sociedade: remédios e apresentação de curas. Essas apresentações já começam em 2018, mas o que vem de fato, isso ficou meio incógnito nas cartas para mim”, disse.

Haverá a mudança de discurso e a criatividade estará em alta no próximo ano. O preconceito que veio tão forte em 2017, agora começará a diminuir. “Tudo e todo mundo vai começar a mudar o discurso e o preconceito começa a diminuir”, afirmou. O tarólogo ainda ressaltou que a palavra que define 2018 será a ‘abundância’.

O tarólogo fez previsões para o ano seguinte em três aspectos:
A carta virada para representar o ano de 2018 foi o ‘Louco’, que quer dizer recomeço, se arriscar e ter cautela. É necessário ter muito cuidado com imprudências e imaturidade.

Política

“Em relação à política as pessoas virão com mais força, pois demorou muito tempo para soltarem a voz, então socialmente falando elas virão mais fortes. Os políticos estão na corda bamba, literalmente na forca, porque não existe nenhum partido que não tenha o rabo preso e vão vir mais verdades em 2018. Quem vai fazer a política agora são as pessoas e o discurso de ódio não tem espaço. Essas pessoas que cultivam esse ódio e vibram nessa energia contrária, elas vão cair por si só. Vão acontecer muitas coisas na vida pessoal dessas pessoas que elas não terão estrutura para cuidar de um país. O brasileiro deixará de ser acomodado e a sociedade entrará com muita força nessas eleições, que será um verdadeiro circo e com um impasse muito grande. As pessoas vão temer, mas não vejo o brasileiro desolado no resultado das eleições”.

Esporte – em relação ao time brasileiro na Copa do Mundo
“Diante das cartas vão ter corações partidos, a nível geral pode ser que alguma coisa aconteça com algum jogador e não necessariamente possa ser perder o jogo, mas nós podemos perder algo relacionado ao jogo. Também entra num processo de renovação e o processo de troca”.

Celebridades

“Eu não vejo nada súbito em nível de desencarne de celebridades jovens brasileiras, mas eu vejo outras coisas bem interessantes. Em nível mundial as máscaras vão continuar caindo e vão aparecer muitos escândalos, coisas omissas e novas também. Muita gente vai perder credibilidade por não tomarem cuidado com a língua. Muitas portas foram abertas na arte, então vão ter novos artistas e a arte vai ter muito destaque, fazendo com que as pessoas queiram mais a arte. Tudo que não tinha espaço antes vai começar a ter”.

 

Por Priscila Carvalho

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS