Prévia do PIB aponta para resultado positivo em agosto

Em meio à estabilização da economia, o Brasil voltou a crescer no mês de agosto. Dados do Banco Central mostram que, na comparação com o mesmo período do ano passado, o avanço foi de 1,46% na série ajustada. Trata-se de uma série que utiliza uma compensação para melhor comparar períodos diferentes.

O número faz parte do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), e foi divulgado nesta quarta-feira (18). Conhecido como “prévia do BC para o PIB”, o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. Além disso, o  estudo tenta prever o comportamento do Produto Interno Bruto antes da divulgação oficial.

Em relação ao mês anterior, a economia brasileira registrou uma alta de 1,44%, na série livre de compensações. O PIB representa a soma de todos os bens e serviços produzidos em uma região durante um período de tempo.

Para este ano, os especialistas esperam que o Brasil consolide o fim da recessão e cresça 0,72%. Essa previsão está alinhada com a aposta do Fundo Monetário Internacional (FMI), que estima um avanço de 0,7% do PIB em 2017

Esses resultados, no entanto, ainda precisam ser confirmados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável por divulgar o resultado do PIB. Os números referentes ao terceiro trimestre do ano serão apresentados pelo instituto em dezembro.

 

Da Redação

Fonte: Governo do Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS