Prefeitura vai defender Guardas aprovados em concurso

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, também estava presente na reunião e tranquilizou os servidores - Fotos: Ivan Feitosa/SMCS.

A prefeitura de Rio Preto, por meio da Procuradoria Geral do Município, reuniu 114 Guardas Municipais na manhã desta quarta-feira, dia 25, no auditório do 9º andar da Prefeitura para anunciar que irá defender a permanência deles no cargo após apontamentos do Tribunal de Contas do Estado sobre o concurso realizado em 2014.

De acordo com o secretário de administração e procurador, Luís Roberto Thiesi, o Tribunal de Contas questionou alguns itens do concurso realizado em 2014, entre eles as provas de aptidão física e de avaliação social.

Dhoje Interior

O Tribunal considerou, por exemplo, que os candidatos que fizeram a prova no período da tarde foram prejudicados com relação aos que fizeram no período da manhã, devido ao cansaço e ao calor. “Com relação a isso estamos bem tranquilos, já que é possível comprovar que não houve prejuízo”, afirmou Thiesi.

O secretário disse que o TCE também questionou alguns pontos classificados como “subjetivos” da prova de avaliação social, como por exemplo, a exigência de que o candidato não possuísse dívidas em seu nome ou que não tivesse cometido qualquer delito considerado leve.

“Vamos colocar todo o aparato possível da procuradoria para defender a permanência dos Guardas no cargo, já que o processo seguiu todos os requisitos legais e de transparência”, afirmou o secretário.

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, também estava presente na reunião e tranquilizou os servidores. “Fiz questão de vir pessoalmente falar que estamos do lado de vocês e vamos defendê-los. Não é a primeira vez que passamos por isso, mas em todas elas saímos vencedores e tenho certeza que vamos conseguir reverter esses questionamentos”, afirmou o prefeito.

Edinho lembrou os servidores que foi ele quem criou a Guarda. “Já ordenei ao Thiesi e todos os servidores que se empenhem ao máximo nessa questão para garantir o emprego dos Guardas e também a ordem na cidade. A GCM é muito importante para a cidade e precisamos manter todo o efetivo”, disse Edinho.

Participaram da reunião além do prefeito e do secretário de administração, os secretários de Governo Jair Moretti, de Trânsito – Marcos Apóstolo, de Comunicação – Mário Soler, os vereadores Cláudia de Giuli, e Fábio Marcondes. Também estava presente o presidente da associação dos Guardas Municipais, Alexandre Montenegro.

 

Da REPORTAGEM