Prefeitura mantém processo de reintegração de posse

Foto: Mariane Dias

Moradores das favelas da Vila Itália e Brejo Alegre, reuniram-se, na tarde de hoje (13), na Secretaria de Habitação para definir qual a solução para andamento do processo de reintegração de posse.

Representantes das favelas reivindicam a suspensão do processo. Participaram da reunião as secretárias da Habitação, Assistência Social, Trabalho e representantes da Educação, Saúde e Desenvolvimento.  De acordo com a secretária Fabiana Zanquetta de Azevedo, o pedido de reintegração será mantido.

Dhoje Interior

O objetivo da reunião foi discutir e analisar questões já solicitadas pelos moradores das duas favelas, a meta era soluções para as questões da saúde, educação, trabalho e todo o atendimento social as famílias. Segundo a secretária, o município está em busca de parceria para fomentar os programas habitacionais. “Nós estamos trabalhando para buscar novos programas habitacionais, além de buscar novas parcerias para complementar a nossa demanda”, afirma a secretária.

Segundo a Secretaria de Habitação, são 15 mil famílias além dos moradores da Vila Itália e Brejo Alegre, que estão em situação de vulnerabilidade. A pasta afirma que essas regiões já estão mapeadas e estudos estão em andamento para uma possível solução da situação da atual.

Para ajudar as famílias foi definido pelos secretários oferecer empregos e atendimento social as famílias. “Os agentes de saúde e assistentes sociais atendem as famílias todas as semanas, vamos incentivar para que as famílias façam a atualização do currículo com a Secretaria do Trabalho e cursos profissionalizantes.”

Os moradores estão revoltados e reivindicam uma reunião com o Prefeito Edinho Araújo. Segundo a moradora da Vila Itália Solange Santos, pela terceira vez, a reunião com as secretarias fica sem solução. “Foi pedido novamente para que os moradores permaneçam na área até que seja construída a política habitacional do município”, afirma.

O próximo passo dos moradores é conversar com o Prefeito. “Nós não temos lugar pra ir, então nós vamos para a casa do povo, vamos para a Câmara Municipal e Prefeitura até ser resolvido este problema.”

Confira no vídeo abaixo moradores das favelas reivindicando a reintegração de posse: 

Fonte: Mariane Dias – Redação jornal DHoje Interior