Prefeitura libera novo trecho da fase 1 do Anel Viário

A Prefeitura de Rio Preto autorizou nesta terça-feira, dia 12, a abertura de mais um trecho do Anel Viário. A avenida Abelardo Menezes foi liberada para o tráfego de veículos até a avenida Benedito Rodrigues Lisboa, próximo ao Georgina Business Park, passando pela avenida Anísio Haddad.

Essa é a segunda liberação da etapa 1 do Anel Viário. A 1ª delas aconteceu no dia 3 de outubro, na travessia do córrego Borá, o que possibilitou aos motoristas acessar a avenida Abelardo Menezes, nos dois sentidos de direção.

O prefeito Edinho Araújo esteve no local para abertura do novo trecho acompanhado dos secretários de Trânsito, Amaury Hernandes; Obras, Sérgio Issas e Serviços Gerais, Ulisses Ramalho. O prefeito destacou a importância de mais este avanço em relação ao Anel Viário.

“Rio Preto tem um volume de veículos acima da média nacional, é uma cidade polo, líder. Estamos investindo no sistema viário, permitindo com o Anel Viário que os bairros se comuniquem, melhorando também o transporte coletivo, com viagens mais rápidas aos usuários”, destacou.

Amaury disse que a liberação permite novos acessos aos motoristas. “Anteriormente os veículos trafegavam em vias locais, nos bairros. Agora temos uma avenida com maior segurança, evitando acidentes que vitimem pessoas”, explicou.

O engenheiro da Constroeste, empresa responsável pela execução do serviço, Denner Fernandes Beato, afirmou que as obras do Anel Viário seguem ritmo acelerado.

“A fase 1 está com 80% das obras concluídas. A fase 2 está indo em um ritmo excelente, acelerando o máximo possível antes que as chuvas cheguem, afinal, não é possível realizar o serviço de terraplenagem. Estamos priorizando as fundações das pontes, obras de arte, porque com chuva não é possível realizar essas intervenções”, ressaltou.

A construção do Anel Viário foi dividida em quatro etapas. Nessa primeira etapa o valor investido será de R$ 10.155.670,35, incluindo terraplanagem, pavimentação e sinalizações verticais (placas) e horizontais (faixas) em oito trechos distribuídos entre as regiões da avenida Belvedere e na região Sul (Tarraf, São Francisco e Vivendas).

No total, o anel viário somará 35 quilômetros, representando a soma dos 22 quilômetros já existentes com os 13 quilômetros novos. A expectativa da secretaria de Planejamento é que o Anel Viário seja entregue completo em dezembro de 2020, porém, os trechos que forem concluídos já serão liberados ao tráfego.

OUTRAS FASES

As obras da segunda fase do Anel Viário avançam na região dos bairros do Conjunto Habitacional S. J. Rio Preto, Residencial Santa Ana e Duas Vendas. As intervenções preveem ainda calçamento e sinalização viária em novos trechos, além da construção de quatro obras de arte especiais (pontes) sobre o Rio Preto e o Córrego Felicidade.

A etapa dois é importante porque vai interligar as avenidas Marco Costantini e Antonio Antunes Júnior, criando nova opção de tráfego na Região Norte da cidade.

Por serem obras mais profundas, em fundos de vale, este trecho é o que apresenta maior valor, de R$ 20,1 milhões, com a realização de aproximadamente 24,2 mil m² de pavimentação asfáltica e 2,7 mil m³ de pontes que somadas têm a extensão de 225 metros.

No dia 14 de outubro, o prefeito Edinho assinou a ordem de serviço para a execução da terceira etapa do Anel Viário. Nesta fase, o valor investido será de R$ 9.334.281,83, incluindo terraplanagem, pavimentação e sinalizações verticais (placas) e horizontais (faixas) em quatro trechos distribuídos entre as regiões do Residencial Palestra, Jardim Gabriela e Eldorado. Ao final da obra será possível interligar a região norte a sul da cidade.

A quarta e última fase está em processo de licitação.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS