Prefeito explica medidas envolvendo os servidores, anuncia doação do próprio salário e compra de testes para coronavírus

O prefeito de Olímpia, Fernando Cunha, em vídeo gravado para as redes sociais do município, anunciou nesta terça-feira (31) a doação do salário de prefeito para aquisição de cestas básicas e também a compra de testes rápidos da Covid-19, além de esclarecer algumas medidas relacionadas aos servidores públicos e outros assuntos.

De acordo com o prefeito, a doação integral do salário, até o fim da pandemia, será revertida em cestas básicas para as famílias de baixa renda, em especial as que tem sido afetadas com as recomendações do isolamento social. O valor do rendimento mensal que será doado é de aproximadamente R$ 11 mil, líquido. O Chefe do Poder Executivo ainda ressaltou que não quer usar esta situação para promoção pessoal ou política, mas para estimular outras pessoas da cidade a seguirem o mesmo procedimento.

Dhoje Interior

Além disso também foram anunciadas duas campanhas sociais distintas. Uma delas para quem quiser doar, diretamente aos supermercados, dinheiro em espécie para a compra de cestas básicas e a outra de distribuição de pontos de arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene. Os locais serão divulgados em breve pela secretaria municipal de Assistência Social.

Outro assunto abordado foi a cobrança junto ao Instituto Adolfo Lutz para acelerar as análises dos casos suspeitos do município e também a compra de testes rápidos em parceria com a iniciativa privada. “Importante salientar que os testes terão critérios para uso, estabelecidos pelo Ministério da Saúde, voltado aos pacientes com sintomas de Covid-19 e isso facilitará a agilidade do diagnóstico”, informou o prefeito.

As medidas econômicas envolvendo uma parcela de servidores públicos que estão trabalhando de suas casas também foi destacada pelo chefe do Poder Executivo Municipal. Segundo o prefeito, as ações foram tomadas visto que o município terá queda nas arrecadações no próximo mês e precisará fazer algumas economias para honrar com a folha mensal de pagamento do funcionalismo, que corresponde a 50% do orçamento da Prefeitura.

“Vamos ressarcir vocês, mas agora nós precisamos cortar tudo que for possível. Eu peço a vocês que compreendam isso, não é para penalizar ninguém. Qualquer imperfeição, qualquer correção nós faremos com toda humildade, mas aquilo que a gente puder, neste momento, economizar pra poder salvar as contas para continuar pagando esses salários e para também poder aumentar os gastos na saúde com a Covid-19, nós vamos fazer”.

Durante a gravação, o prefeito também disse que já está despachando do gabinete da Prefeitura, mesmo após retornar da Grécia e ficar durante 15 dias em isolamento tomando as decisões de sua residência, e desmentiu qualquer fake news de que ele estaria contaminado pelo coronavírus ou com algum outro sintoma da doença.

Da REDAÇÃO